29 junho 2020

Um país nas mãos de um perdido, aplaudido por uma galera sem rumo e sem prumo, tendo como plano de fundo as pandemias do coronavírus e do bolsonarismo.

Desde quando a pandemia da Covid-19 começou pelo mundo á fora que o Brasil tem vivenciado dias incertos, além de termos um desgoverno à frente da gerência de um país sem rumo que tem envergado uma toga de mandatário com pendores de ditador, colocando uma nação inteira em risco, tendo infelizmente ainda, boa parte de seguidores apaixonados e fanáticos, que os defende, mesmo sem condições de defesa. Neste caso, quer queiramos ou não, o atual Presidente de nossa nação tem sua parcela de culpa em certos erros, é inegável, no entanto, vem de seus seguidores a maior parcela da culpa pelo que nos está acontecendo uma vez que por orgulho ferido, não dão o braço à torcer ante o descalabro que nos achamos. E é assim que temos por merecida a frase de que "o povo tem o governo que merece".


Infelizmente por conta de uns muitos pagam. E, em se falando das eleições de 2018, a maioria que deixou de exercer de fato seu poder de escolha e se dividiu tá pagando pelo erro de uma pequena parcela de errantes que escolheram por estes que se acovardaram.

Desde que assumiu o direcionamento de nosso país que Jair Messias Bolsonaro teve tempo suficiente para trabalhar, para mostrar à que veio. No entanto, até o exato momento, e mesmo antes da pandemia que mete medo à todos, o mesmo não teve a devida competência para fazer o que seu cargo pede, que é governar. Vivendo à base de falas distorcidas, preconceituosas e rancorosas, falsas notícias, além de um recheado de ideologias descabidas para um chefe de estado, Bolsonaro tem patinado de um lado para outro, caindo dia a dia na atenção, negativamente, de muitos daqueles que antes eram seus seguidores.

Como governante tem falado asneiras dia e noite e lutado para tentar ter uma imagem polida ante suas próprias falas, sem sucesso. Para ele todos os que não concordarem com suas falas são automaticamente comunistas, ou segundo seus seguidores, petistas. O que é um contra senso, já que se a maioria dos que não votaram nele nas eleições passadas que são os mais de 89 milhões de brasileiros fossem todos petistas ou comunistas, com certeza ele sequer teria sido eleito.

E, ainda, partindo para o fator ideológico do comunismo, se todos os que lhes são contrários o fossem, não estaríamos vivenciando a introdução do fascismo em nossa nação brasileira. Por outro lado, e isso é positivo, estamos vendo engrossar depois de suas ações como presidente o número dos ex-bolsonaristas que acreditaram mas não mais acreditam em Bolsonaro. Segundo pesquisas recentes o Messias Presidente tem menos que trinta por cento de seguidores. Em contra partida já passamos atualmente de mais de setenta por cento o número daqueles que desaprovam o atual governo. Sem contar ainda, nos pedidos pelas redes sociais á fora querendo que este governo tenha fim, antes mesmo de seu cumprimento total. Coisa que sinceramente eu não acredito que aconteça. Vale lembrar do Michel Temer.

Apesar de tudo a ascensão do bolsonarismo em 2019-2020 ao poder não foi de todo ruim. Muito pelo contrário. Eu, particularmente acredito ter sido, em nosso tempo, bastante positivo, apesar da aparência negativa que temos atualmente. Graças ao bolsonarismo de Bolsonaro que conseguimos achar, bem pertinhos da gente, pessoas que desmascararam-se e estão mostrando-se como realmente são. Uma grande parcela dos seguidores deste atual governo que diziam lutar contra a corrupção, nunca estiveram engajados de fato em tal luta. Afinal de contas, para estes só vale combater a corrupção dos outros, nunca, em momento algum, de seus grupos. Sem contar ainda que a corrupção tem nome, partido e endereço únicos, segundo suas ideologias. O PT, dos Petralhas, são os responsáveis, só eles, por todos os males que temos em nosso pais. E todo aquele que de alguma forma lhes levantar a bandeira ou lhes dar de algum sinal de apoio "são bandidos e merecem ser execrados, deportados e/ou mortos". Mesmo se seu parente mais próximo, pai, mãe, esposo, esposa, filho, filha, primo ou aderentes disserem algo contra o Messias Presidente devem ser afastados, humilhados em redes sociais, tirados dos grupos da família, etc...


Para completar ainda mais tudo o que de negativo tem nos acontecido nestes últimos anos ainda temos uma evolução da coronavírus que tem contaminado e matado milhares de pessoas em todo o planeta, deixando-nos em condição de vice-campeões em casos, mundialmente.

Em meio à tudo isso, vem pessoas á perguntarem por que estou tão afastado e publicado nada, me envolvendo menos nas questões políticas locais ou mesmo fora de nosso município, região, estado!? Não sei se é preciso dar alguma explicação, porém, por agora, continuo a observar tudo, calado embora de quando em vez, venha por aqui pontuando algumas linhas em observação ao panorama que nos encontramos.

Os tempos que ora vamos passando são bem outros e o fim dos tempos passados (não o fim do mundo ou de tudo, como alguns acreditam) vão se renovando e reformando-se, felizmente. Mas, qual serão as historias novas que contaremos depois das duas pandemias que estamos vivendo?

O bolsonarismo e o coronavírus são perigosos, é bem verdade, e estamos no limiar de tempos novos!