02 março 2021

terça-feira, março 02, 2021

João Paulo Costa destina duas ambulâncias para São Caetano

O deputado estadual João Paulo Costa (Avante) vai destinar R$ 160 mil em emendas para fortalecer a saúde de São Caetano, no Agreste. Atento às necessidades do município, ele disponibilizou os recursos para a aquisição de duas ambulâncias. "Estamos sempre em contato com o prefeito Josafá Almeida. Ele tem nos relatado que a cidade precisa de melhorias em áreas importantes como a saúde, educação e infraestrutura. Por isso, estamos providenciando uma série de investimentos para os próximos quatro anos, começando com as ambulâncias. Os veículos vão dar mais conforto aos pacientes e melhorar a qualidade do atendimento oferecido. Josafá tem o nosso apoio para continuar trabalhando de maneira responsável e de acordo com as necessidades da população", declarou o parlamentar.


O prefeito Josafá Almeida comentou a parceria com João Paulo Costa. “Gostaria de agradecer o carinho do deputado com o povo de São Caetano. A destinação das emendas será de fundamental importância para nosso sistema de saúde. Além disso, nossa parceria vai ser fundamental para desenvolver  nosso município e dar mais qualidade de vida para as pessoas”, defendeu Josafá.


Em 2020, o parlamentar viabilizou cerca de R$ 1 milhão em emendas para a saúde de Pernambuco. Com o recurso, foi possível adquirir ambulâncias, investir em equipamentos de saúde básica e em materiais para combater a covid-19, como respiradores e equipamentos de proteção individual. “Estamos comprometidos com a população pernambucana. Entendo a real situação das cidades neste momento e, por isso, estou trabalhando para atender as demandas de cada região", afirmou.



20 fevereiro 2021

sábado, fevereiro 20, 2021

Deputado Ossesio Silva se consolida como defensor dos direitos da pessoa idosa no Brasil

Deputado Federal Ossesio Silva (Republicanos)


O deputado federal Ossesio Silva tornou-se um dos parlamentares que mais defendem os idosos no Brasil, se transformando em referência quando se fala da luta pela defesa da classe no país. Na Câmara Federal dos Deputados, Ossesio é autor de diversas proposições e projetos de leis em prol dos idosos e já é reconhecido pelas diversas autoridades e pessoas ligadas à causa como ativista fundamental para as políticas públicas de defesa dos direitos da pessoa idosa.


Entre as propostas que estão em tramitação na Câmara dos Deputados destacam-se os Projetos de Lei (PL) 1101/2019 - que cria delegacias especializadas na prevenção e repressão de crimes praticados contra o idoso - e o PL 1178/2019 - que obriga empresas com mais de 100 funcionários a contratarem um percentual mínimo de profissionais idosos, que varia de acordo com os números de empregados. O empregador deverá promover cursos de atualização profissional visando a possibilitar a reinserção do idoso no mercado de trabalho.


“Nós, idosos, não queremos apenas envelhecer, queremos viver bem. Acreditamos que o envelhecimento deve ser de forma ativa, participativa e produtiva. É com esse pensamento que vamos trabalhar para ajudar os idosos a empreender, tomar decisões e viver com qualidade de vida”, afirmou Ossesio Silva.


Outro projeto em destaque é o PL 3606/2019 - que altera o Estatuto do Idoso para garantir o funcionamento de ao menos um serviço especializado de atenção à saúde da pessoa idosa em cada estado.


Visando garantir a saúde e a higiene necessária para prevenir o contágio e a proliferação do coronavírus (Covid-19) em asilos, o parlamentar apresentou o PL 1761/2020 - que determina o poder público a oferecer máscaras, álcool gel e demais produtos de prevenção à doença, conforme estabelece as diretrizes dos órgãos sanitários de saúde para idosos que vivem em instituições de longa permanência (ILPIs). A proposição garante, ainda, o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPI) para os profissionais de saúde que trabalham nessas instituições.


Ossesio também apresentou o PL 5532/19, que permite a adoção de idosos no Brasil como um dos mecanismos de proteção e cuidado aos que estão em situação de vulnerabilidade e abandono. A proposta insere a família substituta nas medidas específicas de proteção e elenca suas modalidades, incluindo a adoção.


Pessoas idosas poderão contar com ações de proteção contra agressores, garantidas em lei. Isso é o que propõe o PL 4316/2020, que visa criar medidas protetivas de urgência aos idosos vítimas de violência e ainda tem o objetivo dar celeridade no processo de proteção desse segmento populacional quando há iminência de risco de morte.

17 fevereiro 2021

quarta-feira, fevereiro 17, 2021

LBV apoia alunos do Sertão do Moxotó em sua permanência na sala de aula



A pandemia provocada pela Covid-19 gerou enormes impactos na área da Educação e afetou fortemente estudantes, especialmente os de famílias mais vulneráveis, e instituições de ensino.




Sempre preocupada com a educação, a Legião da Boa Vontade (LBV) atua há décadas, por meio de diversas ações, para ajudar a garantir esse direito tão importante e necessário às crianças e aos adolescentes. Para tanto, ela conta com o apoio de seus colaboradores, voluntários, amigos e parceiros e o imprescindível suporte dos meios de comunicação na divulgação de suas iniciativas socioeducacionais, a exemplo da campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro!, realizada anualmente pela Instituição no início do ano letivo.


A tradicional campanha entrega kits de material escolar para milhares de crianças, adolescentes e jovens de famílias em situação de vulnerabilidade social no país. O material escolar é um incentivo para que meninas e meninos possam continuar os estudos, seja de forma presencial ou remotamente, por causa da pandemia, buscar o aprendizado e realizar seus sonhos.


Ação beneficia crianças e adolescentes de Buíque e Tupanatinga em situação de vulnerabilidade social


Em todo o Brasil, a LBV, de janeiro a março, faz a entrega de 25 mil kits de material escolar, compostos de itens de acordo com faixas etárias, tais como mochila, cadernos, lápis, régua, canetas, estojo.


Em Pernambuco, a Instituição assistirá mais de 900 crianças e adolescentes das cidades de Buíque, Caruaru; Tupanatinga e o Recife. As Escolas Júlio Monteiro no povoado Tanque em Buíque, e a Escola Municipal Tancredo Neves, no povoado Boqueirão em Tupanatinga, são as unidades assistidas pela iniciativa solidária educacional na Região do Sertão do Moxotó.


As doações para a campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro! podem ser feitas diretamente no site www.lbv.org ou pelo telefone 0800 055 50 99. Para outras informações sobre essa ação solidária, basta acessar o endereço @lbvbrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.




24 dezembro 2020

quinta-feira, dezembro 24, 2020

Estado de Pernambuco recebe o apoio da campanha de Natal da LBV

Foram mais de 40 toneladas de doações em cestas de alimentos e kit de limpeza entregues em PE


A Legião da Boa Vontade – LBV, no enfrentamento a pandemia do novo coronavírus, tem assistido milhares de famílias em vulnerabilidade social com cestas de alimentos e material de limpeza. E no período natalino, não poderia ficar de fora, a entidade convida a sociedade Pernambucana, a apoiar a sua tradicional Campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, que em 2020, entrega 50 mil cestas de alimentos e 50 mil kits de limpeza em 175 cidades brasileiras.


Em Pernambuco, a Instituição entregou mais de 40 toneladas em cestas de alimentos e kits de material de limpeza, beneficiando 1,402 famílias do sertão pernambucano nas cidades de Arcoverde, Pedra, Buíque, Tupanatinga e na capital pernambucana.


No dia 18 de dezembro, a Caravana da Boa Vontade com a Equipe de Voluntários da LBV, percorreu mais de 500 km para beneficiará as famílias no sertão de Pernambuco, elas receberam da Legião da Boa Vontade uma farta cesta de alimentos carregada de esperança, amor e solidariedade, contribuindo para que tenham um Natal sem fome e mais feliz.


A Solidariedade não pode parar! a LBV agradece a sua doação, que proporcionou para que  milhares de pessoas vulneráveis, tenham um Natal digno, sem fome e com limpeza. Doações de qualquer valor podem ser feitas pelo site 
www.lbv.org
;


14 dezembro 2020

segunda-feira, dezembro 14, 2020

A prioridade é derrotar os representantes de Bolsonaro na Câmara e Senado

É necessário definir qual a principal tarefa da esquerda neste momento: derrotar a ameaça fascista representada pelo presidente Bolsonaro e sua equipe.


Desde domingo (6/12), quando o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu barrar a possibilidade de recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e de Davi Alcolumbre (DEM-AP), respectivamente, à presidência da Câmara dos Deputados e do Senado, que as negociações entre os partidos se intensificaram e a equipe de Bolsonaro entrou no jogo com a “caneta na mão”.


Apesar da eleição para definir o comando das casas no biênio 2021/2020, só ocorrer no dia 1º de fevereiro. Nesta quarta (9), o líder do Progressistas (PP), deputado Arthur Lira (AL), anunciou, oficialmente, sua candidatura à Presidência da Câmara dos Deputados. Ele tem o apoio declarado do presidente Jair Bolsonaro e, além do PP, de pelo menos outros sete partidos: PL, PSD, Solidariedade, Patriota, Avante, Pros e PSC, reunindo 160 deputados. O deputado construiu seus apoios nos moldes clássicos da política, entregando espaços e recursos do governo federal para aliados em troca de apoio na Câmara.


Também, nesta quarta, um novo bloco de partidos de direita foi anunciado para 2021: DEM, PSL, MDB, PSDB, Cidadania e PV, reunindo o apoio de 147 deputados, no qual se juntam a Maia numa candidatura à presidência da Câmara. Neste “jogo” temos o PTB com 11 deputados que ainda não definiu seu apoio e os partidos de esquerda, como PT, PSB, PDT, PCdoB e PSOL, que somam hoje 132 deputados e podem desequilibrar a disputa.


A esquerda, portanto, não reúne parlamentares suficientes para eleger, sozinha, os presidentes da Câmara e do Senado ou aprovar o impeachment de Bolsonaro ou uma emenda à Constituição. Nessa eleição, só há duas alternativas para a esquerda: ou compor com algum candidato de um dos dois blocos da direita ou apresentar candidatura própria apenas para marcar posição.


Antes da tomada de decisão, é necessário definir qual a principal tarefa da esquerda neste momento: derrotar a ameaça fascista representada pelo presidente Bolsonaro e sua equipe. Não importa se os partidos de esquerda almejam o comunismo, o socialismo, a socialdemocracia ou o capitalismo humanizado e ambientalmente sustentável. Nenhum terá êxito se o projeto de Bolsonaro continuar ocupando espaços, especialmente no parlamento. Esse projeto visa destruir as instituições democráticas, exterminar a oposição e impor um regime autoritário e fundamentalista. Assim, as políticas neoliberais terão via livre para se impor sem resistência e o capitalismo se fortalecerá com seus aspectos mais cruéis.


Então, o bloco de esquerda deixa de ter duas alternativas e passa a ter uma única: aliar-se ao candidato da direita que assuma claramente uma postura contra Bolsonaro e, adicionalmente, se comprometa a incluir na pauta legislativa as matérias de “defesa dos interesses dos trabalhadores”, como o veto as privatizações e não votação da autonomia do Banco Central.


;A esquerda não deve marcar posição apenas para agradar sua bolha eleitoral. É melhor apoiar um candidato para Câmara e Senado que não esteja com Bolsonaro, mesmo do bloco de direita, pois independentemente da posição política da esquerda, as pautas liberais serão votadas e com maioria suficiente para serem aprovadas, mas as pautas conservadoras, fundamentalistas e antidemocráticas, que violem direitos humanos e a diversidade, terão resistência ou serão barradas pela própria mesa diretora, diferentemente do presidente das duas casas alinhadas ao Bolsonaro.


Então, nesses últimos dias, as falas de apoio aos candidatos de Bolsonaro de alguns parlamentares do PSB, na busca de apoio interno no Congresso, cargos em comissões e na mesa diretora, são verdadeiros atentados a qualquer movimento para derrotar Bolsonaro nas eleições de 2022, pelo contrário, estará dando condições para fortalecer o projeto fascista, antidemocrático e de retiradas de direitos.

Por *Ermes Costa (PT)

* Ermes Costa é Petista, Professor da UPE, Engenheiro da COMPESA, Conselheiro Deliberativo da COMPESAPREV



18 novembro 2020

quarta-feira, novembro 18, 2020

Daniel Coelho: “Como alguém eleito por esse sistema eleitoral pode dizer que ele foi fraudado?”


O deputado federal Daniel Coelho, presidente estadual do Cidadania, criticou os parlamentares que vêm questionando o resultados das eleições municipais do último domingo, levantando suspeitas de que o sistema teria sido fraudado. Na visão do parlamentar, “quem perde tem a obrigação moral de reconhecer que foi derrotado pela falta de voto e não atacar o sistema democrático”.


Não sou contra qualquer tipo de fiscalização. Quer fazer auditoria, que faça auditoria. Mas não podemos contestar a democracia que formou essa casa. Como alguém que foi eleito por esse sistema está dizendo que o sistema é fraudado?”, questionou Daniel Coelho. “Se um deputado aqui está dizendo que o sistema é fraudado, renuncie o mandato, porque perde a legitimidade para aqui estar”.


Na visão do presidente estadual do Cidadania, o sistema eleitoral tem sido importante por promover a alternância de poder. “Tivemos a eleição de Fernando Collor, tivemos a eleição de Fernando Henrique Cardoso, tivemos a eleição de Lula, tivemos a eleição de Dilma, tivemos a eleição de Bolsonaro. Partidos diferentes de diferentes matrizes ideológicas. O que demonstra a solidez da democracia brasileira”.


Daniel finalizou dizendo que “quem perde tem a obrigação moral de reconhecer que foi derrotado pela falta de voto e não atacar o sistema democrático”. “As urnas falaram. Vamos aprender com elas. Está muito nítido o que foi dito em cada município como vontade popular. E se há de se contestar o resultado dessas eleições, que se conteste o resultado das eleições anteriores. Porque a sensação que passa é de que as urnas só funcionam quando você vence a eleição. Quando perde, aí tá tudo errado, aí foi fraude. Este princípio e este tipo de discurso não pode ser alimentado em um país que quer fortalecer a sua democracia”, concluiu.


quarta-feira, novembro 18, 2020

Aprenda a escolher um apartamento para alugar em Recife seguro e barato

Saiba quais critérios levar em consideração ao locar um espaço para morar



Procurar um apartamento para alugar em Recife não é uma tarefa das mais fáceis. Independente da oferta de imóveis disponíveis ser grande ou pequena, de todo modo será necessário pesquisar e analisar uma quantia razoável de espaços e conhecer cada um deles, além de atravessar todo o processo de negociação e avaliação.


O processo frequentemente gera uma série de dúvidas, pois existem muitas coisas a serem levadas em consideração, sem falar nas regras e leis que regulamentam essa transação. Diante disso, saber escolher um apartamento que seja seguro e barato demanda inteligência e cautela. Observe adiante algumas dicas de como escolher isso.


1. Defina quais são as suas reais necessidades


A primeira coisa a ser levada em consideração na hora de se escolher um apartamento é saber com clareza e precisão quais são as suas reais e concretas necessidades. Ou seja, você precisa ter bem delimitado em sua mente o que você precisa para viver com qualidade de vida, comodidade, conforto, bem-estar e funcionalidade.


Isso dependerá do seu perfil enquanto morador, do seu estilo de vida, da sua atual condição financeira e profissional e do contexto geral da sua vida pessoal. Se você for solteiro, por exemplo, um apartamento menor pode ser uma ótima pedida. Não apenas por ser mais barato, mas é o suficiente para te ajudar a vivenciar tranquilamente sua rotina enquanto pessoa que mora sozinha.


Além do mais, como mora sozinho, todo o dever de cuidar da limpeza da casa fica a ser encargo. Dessa forma, se um apartamento for mais compacto, é mais prática na hora de fazer a limpeza e manutenção do espaço.


Se você se casou, pode ser que um apartamento compacto, de 1 quarto, possa ser útil ainda, visto que o casal provavelmente dormirá junto. Nesse caso, por uma questão de maior conforto e bem-estar, é interessante que esse quarto seja um pouco maior, não só para abrigar os móveis de casal (cama e guarda-roupa), mas para que ambos possam desfrutar de um espaço maior.


A situação muda de figura caso o casal pretenda ter filhos em breve, em um curto prazo. Sem sombra de dúvida, será necessário pelo menos mais um quarto. Afinal, a criança precisará de um espaço para ela, onde ficarão todas as suas coisas e os pais precisarão manter sua privacidade e espaço também, sem ter que compartilhar com o bebê.


O mesmo se aplica se porventura o casal já tiver um filho, pequeno ou não. Se tiver dois filhos e eles forem pequenos e o quarto tiver um tamanho razoável, pode ser o suficiente. Agora, quando eles ficarem grandes, cada um precisará usufruir de um espaço só para si e então será necessário alugar um apartamento maior.


Por outro lado, se o casal tiver mais de um filho e eles já forem grandes, então imprescindivelmente o apartamento precisará de uma quantidade de quartos (além do quarto do casal, obviamente) correspondente a quantidade de filhos.


Vale dizer que caso você seja uma pessoa solteira, mas queira e/ou necessite de mais cômodos por x razões, precisará de um apartamento maior também.


2. Faça uma análise apurada do seu orçamento mensal


Um ponto muito importante na escolha de um apartamento é o seu orçamento mensal, ou seja, o quanto você ganha por mês. Não adianta muito você simplesmente saber quais são as suas necessidades em ;relação a uma moradia se você não tiver condições reais de pagar.


Você pode encontrar o apartamento dos seus sonhos, mas se seu dinheiro não é o bastante para bancar esse gasto, ficará muito difícil e você irá se apertar. Se seu orçamento não for o bastante para um apartamento maior, talvez o aluguel de kitnet em Recife seja o ideal.


É essencial efetuar uma análise detalhada do seu orçamento mensal para estabelecer quais são os valores que você pode arcar como aluguel. Lembre-se igualmente que você precisa não apenas pagar o aluguel em si, mas também o IPTU e o condomínio.


Recomenda-se fortemente que todos esses gastos com habitação não ultrapassem a faixa de 30% do rendimento mensal da família. É necessário recordar-se também que, além de tudo isso, há outras contas a pagar que estão relacionadas ao imóvel, como água, energia e internet.


Desse modo, enquanto você estiver se planejando, pode ser interessante que você estipule um limite máximo que você pode e pretende pagar na locação do apartamento. Assim sendo, você se livra de maiores problemas no momento de bancar todos os gastos com as outras contas que possui.


3. Averigue as condições do apartamento e a sua localização


Por mais que um imóvel esteja anunciado na Internet e possua fotos e vídeos que permitem vislumbrá-lo, nada se compara com o fato de fazer uma visita e visualizar pessoalmente todos os detalhes do imóvel.


Dirija-se até o local e faça uma verificação profunda e detalhada de todos os atributos e características do imóvel: o estado de conservação em que ele se encontra, os defeitos que ele eventualmente possua, como são os acabamentos existentes, enfim, veja como ele realmente está.


Se porventura for encontrado algum problema que demande alguma sorte e nível de reparos, anote isso e negocie depois com o proprietário do lugar, pois em situações como essa frequentemente ocorre uma concessão de descontos no preço no aluguel. É fundamental pontuar ainda que a vistoria precisa ser devidamente documentada em um laudo, que por sua vez deve ser assinado por ambas as partes.


Além de todos esses aspectos, a localização é crucial também nessa escolha. É claro que alguns bairros podem ser mais interessantes do que outros para você. No entanto, você tem que estar ciente de que a localização influencia bastante no valor da locação. Dessa maneira, atente para a localização e como é a infraestrutura local, a fim de avaliar a relação custo-benefício.


Agora você sabe tudo o que precisa considerar na hora de escolher um apartamento seguro e barato. Curta e compartilhe esse post em suas redes sociais!

17 novembro 2020

terça-feira, novembro 17, 2020

Celebrar o Natal é também ajudar as famílias mais vulneráveis que sofrem com os efeitos da pandemia do novo coronavírus


A fome voltou a crescer no Brasil, segundo a “Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018: Análise da Segurança Alimentar no Brasil”, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em 17/9/2020. De acordo com o documento, em cinco anos (2013-2018), cresceu em 3 milhões o número de pessoas em situação de insegurança alimentar grave. Mais de 10,3 milhões de brasileiros vivem esse drama e quase 50% dos famintos estão na região Nordeste. Além disso, metade das crianças no país com até 5 anos de idade tem restrição no acesso à alimentação de qualidade. 

 

Com a pandemia do novo coronavírus, essa situação tende a se agravar mais ainda. Por isso, a Solidariedade tem sido fundamental para ajudar a amenizar a situação de muitas dessas famílias brasileiras, principalmente neste período de tantas incertezas.  

 

Celebre o Natal ajudando uma família 

 

Além do trabalho diário que realiza em suas 82 unidades de atendimento, a Legião da Boa Vontade (LBV) promove diversas campanhas em socorro às populações em risco alimentar. A LBV entregou de março a setembro, de forma organizada, mais de um milhão e quinhentos mil quilos em doações, a exemplo de cestas de mantimentos contendo itens essenciais (perecíveis e não perecíveis), o que tem ajudado a garantir a alimentação na mesa de muitas famílias que sofrem com o desemprego, a falta de renda, a escassez de alimentos, as estiagens, entre outros desafios.  

 


A união e a ajuda de todos são fundamentais para a continuidade desse trabalho humanitário. Por isso, neste Natal, a Legião da Boa Vontade tem como meta entregar 50 mil cestas de alimentos e 50 mil kits de limpeza para famílias em situação de vulnerabilidade social em 175 cidades brasileiras, por meio de sua tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia! O objetivo é beneficiar as famílias atendidas nos serviços e programas socioeducacionais da Instituição e também as assistidas por organizações parceiras assessoradas pela LBV, proporcionando a elas um Natal digno e sem fome.  

 


No Estado do Pernambuco, a LBV tem o objetivo de arrecadar e entregar 30 toneladas de alimentos e mais de 10 toneladas de produtos de limpeza para 1.402 famílias, que vivem em situação de vulnerabilidade no Recife e no Sertão Pernambuco: nas cidades de Tupanatinga, Buíque, Pedra e Arcoverde.  

 

 

Itens que você pode doar  

 

Arroz, feijão, óleo, açúcar, café, leite em pó, macarrão, farinha de mandioca, canjiquinha, fubá, farinha de trigo, farinha de milho, extrato de tomate, salsicha e sardinha enlatadas e sal; e ainda água sanitária, sabão em barra e detergente.  

 


As doações em alimentos e produtos de limpeza podem ser entregues na Unidade de atendimento da LBV: localizada na área Central do Recife, na Rua dos Coelhos, 219 – Bairro dos Coelhos, próximo ao Cais José Mariano. Informações pelo telefone (81) 3413-8601. 

 


Doações de qualquer valor podem ser feitas pelo site www.lbv.org.br ou pelo telefone 0800 055 50 99. Acompanhe as ações realizadas pela Legião da Boa Vontade nas redes sociais, pelo endereço @LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube. 




04 novembro 2020

quarta-feira, novembro 04, 2020

Del. Bruno Lima, renomado ativista da causa animal, mais uma vez, declarando seu apoio ao candidato a vereador Douglas Brito, em Recife.


Eleição é coisa complicada. Os bons candidatos geralmente não estão nas melhores prateleiras. Por isso eu o Del. Bruno Lima estou passando agora na reta final de campanha para falar do ativista Douglas Brito.


Por isso, é importante ajudar e divulgar aqueles que tem nossa confiança e merecem nossa confiança. É o caso do Douglas Brito, meu vereador desta eleição em Recife.


Extremamente íntegro, bom caráter, vocacionado para a coisa pública, corajoso e com muita disposição para discutir a pauta animal na  cidade e levá-la pra frente.


O momento exige uma resposta. Estamos saindo de uma legislatura em que a Câmara dos Vereadores do Recife simplesmente não existiu. Se tivesse fechada, não faria falta. Na verdade, faria até bem, afinal, seriam 150 milhões de reais por ano a mais para serem gastos com nosso povo e nossa cidade.


Como em 2021 ela continuará lá, que seja ocupada por 39 vereadores comprometidos com o coletivo ao invés de apenas consigo mesmo. Temos tranquilidade pra dizer que, se Douglas Brito estiver dentre eles, só precisaremos nos preocupar com os outros 38. 1, é garantido.