13 fevereiro 2020

Castelo político de Barbosa de Andrade em São José da Coroa Grande estaria se desfazendo antes das eleições?

Toda corrida eleitoral é volátil e o que acontece ou aconteceu numa determinada campanha tende á não acontecer, ou repetir-se menos, em outras. Há um certo desgaste que de alguma maneira é corrigida nas eleições seguintes.

Nas eleições do ano de 2016, José Barbosa de Andrade, que era tido como uma das opções para a Prefeitura coroense, perdeu para Pel Lages, atual gestor municipal, com diferença de apenas 133 votos. Enquanto Jaziel Gonsalves Lages conquistou 5.642 votos, Barbosa chegou a conquistar a marca de 5.509.

Naquele ano disputaram ainda o mesmo cargo executivo Iraneide Marques de Lira Siva, conhecida como Nanan, que obteve 171 votos; Aroldo José Pajaú, o Pastor Aroldo, que recebeu 107 votos; e por fim, o petista coroense Salomão Barros Lins que angariou 83 votos. No entanto, a disputa mesmo ficou entre Pel e Barbosa num eleitorado de 13.910 no ano de 2016.

José Barbosa de Andrade (imagem distribuída nas redes sociais coroense)
Nas eleições de 2020, Barbosa, ex-prefeito por dois mandatos em São José da Coroa Grande tentará mais uma vez reconquistar o cargo. E desta vez, conforme citam seus adversários no campo político, este está disposto à bancar o que for possível e estiver a seu alcance, para num possível ato de vingança, reassumir a posição de Prefeito. Sabendo que, atualmente ele conta com 78 anos de idade.

Recentemente Barbosa de Andrade tirou fotos com alguns legisladores, o que causou um certo rebú na cidade, quando seus adversários passaram a dizer que o mesmo teria "comprado os vereadores" para pularem para seu barco político. Certamente, algumas dessas falas podem ser vistas como "intriga da oposição", ou simples boatos. Apesar do ditado que diz que "aonde há fumaça, há fogo".

Ele também puxou para seu lado político o estrategista em política Lucio Freitas, que abandonou os cuidados da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de São José da Coroa Grande.

No entanto, se por um lado o ex-prefeito parecia estar montando um forte grupo, por outro, os comentários na cidade é que ele estaria brindando alguns e abandonando outros, dentro de seu projeto político, o que não estaria caindo bem para sua imagem na cidade.

Há citações de que o mesmo estaria perdendo reforços necessários, em se falando de aliandos e lideranças á frente de bairros importantes, o que dificultaria sua presença em certos setores.

Há, inclusive, por parte de alguns que compõem seu grupo político, citações de que uma de suas marqueteiras principais já estaria pulando de seu barco e abraçando o projeto político de reeleição de Pel Lages. O que, se for verdade, sôa bastante estranho. Afinal, sem citar nomes, e em se confirmando é de se perguntar: o que teria feito a principal marqueteira de Barbosa, abandonar seu peojeto, depois de tantos anos de dedicação ao mesmo?

As eleições de fato ainda não estão acontecendo, mas tá em andamento, e já vemos agentes políticos pularem de um para outro barco, deixando no ar a certeza de que em São José da Coroa Grande, a campanha eleiral deste ano será uma das mais acirradas dos últimos tempos.