04 julho 2016

Laboratório de Análises Clinicas deixa de prestar serviços à Prefeitura de Barreiros por falta de pagamento. Atraso há quase seis meses.


A Prefeitura de Barreiros, sob a administração dos irmãos Carlinhos da Pedreira e Lé da Pedreira, embora tentem fantasiar e encher as ruas com banner's e todo o marketing, em busca da reeleição, tem à bem da verdade um rastro histórico de mau gerenciamento financeiro. Este caso de hoje é um dos exemplos do que falo.

Com quase seis meses de atraso, esperando o repasse dos valores por serviços prestados à Prefeitura Municipal de Barreiros, o Drº Junior, como é conhecido, responsável pelo laboratório de análises clinicas, paralisa pela segunda vez, os atendimentos de análises por falta de pagamento. Segundo informações, os valores em atraso dos repasses estariam na casa dos 40 à 60 mil reais, (fala-se em valores mais alto).

Com a paralisação dos serviços, a população barreirense que necessita fazer exames pelo Hospital Municipal terá que recorrer, mais uma vez, à atendimentos particulares, em consultas que variam entre 50 à 200 reais, dependendo da especificação.

Procurado, o Drº Junior não quis se manifestar sobre o assunto. Funcionários do Hospital de Barreiros, no entanto, chega à afirmar que com não é a primeira vez que a paralisação acontece por falta de pagamento.

Pacientes começam à reclamar por falta de assistência nesta área, e estão sem saber o que fazer. Muitos estão sendo encaminhados para Palmares ou outras cidades, quando são encaminhados, e os demais sujeitam-se à espera de retorno nesta área de atendimento. Próximo dia 15, a falta de pagamento entrará na casa dos seis meses de atraso.

Para a cidade de Barreiros é uma vergonha ter um administrador que não cumpre com suas obrigações financeiras. Automáticamente, que sai perdendo é tanto a empresa prestadora de serviços, que tem que paralisar os atenddimentos, já que também tem empregados á seu serviço, tendo que cumprir com sua folha de pagamento em apertos. Para os pacientes que precisam deste tipo de serviço nesta especialidade, um transtorno terem que pegar ficha, marcar consulta e não serem atendidos.