25 setembro 2015

Paciente dá entrada no Hospital Regional de Barreiros, foi diagnosticado como BÊBADO por médica, e na Unimed Recife constata-se COMEÇO DE INFARTE.

Amaro José Siqueira da Silva, conhecido como Bau, já passou por duas cirurgias e não tem previsão de alta.
Nesta ultima terça-feira, dia 22 de setembro, o paciente de nome Amaro José Siqueira da Silva, conhecido popularmente como "BAU", deu entrada no Hospital Regional de Barreiros Jailton Messias com fortes dores na altura do peito. O mesmo foi devidamente atendido, por volta das 20 horas, conforme contam seus familiares.

No entanto, segundo os familiares do paciente, o mesmo em todo o momento que estava sendo atendido por uma médica de plantão, foi "cuidado" apenas com soro fisiológico sendo em seguida encaminhado para casa, por volta de meia noite, já que segundo o "diagnóstico" da médica de plantão, o mesmo estaria embriagado

Durante o período que o paciente estava no Hospital no dia 22, pressentindo algo estranho no comportamento de Amaro José Siqueira da Silva, além do normal, os familiares solicitaram à médica para que o mesmo fosse transferido para um outro Hospital, em Recife, já que em Barreiros não teria estrutura suficiente para atendimento. Porém, segundo os familiares, em todo momento que eles lá se encontravam, a médica de plantão teria dito que o paciente não tinha nada de mais, e só estava bêbado. Ela teria ainda "aconselhado" os familiares à indicar ao senhor BAU "que o mesmo parasse de beber".

No dia seguinte (23) os familiares do senhor Amaro José Siqueira da Silva, reuniram-se, conseguiram dinheiro, alugaram um carro e seguiram com destino à Recife, em busca de atendimento, já que o mesmo, felizmente tem um plano de saúde da Unimed. Ao chegarem no hospital na capital, foi constatado por uma equipe médica que o senhor Bau estava com começo de enfarte iniciado desde o dia anterior e que se demorassem mais um pouco, não estaria com vida.

Revoltados, familiares do paciente entraram em contato com o Hospital em que se encontram, solicitando orientações, e os mesmos pediram para entrar em contato com o Hospital de Barreiros, contando o que se passava e as reais condições do acontecido informando que ao invés de embriagado, conforme diagnóstico, ele estava com começo de enfarte.

Depois do descaso ter vazado e as informações correrem na cidade, ainda segundo os familiares do paciente, o senhor Marcos Miranda, tardiamente, teria oferecido ajuda e suporte no que precisassem, o que à esta altura da situação, não mais era interessante, já que graças à Deus, o paciente se encontra em atendimento e passa bem.

O senhor BAU, passou por duas cirurgias e está aguardando liberação, no entanto, em Barreiros seu diagnostico teria sido embriagues.

Na manhã de hoje, indignada, Valdira, esposa do paciente, encaminhou uma carta à Rádio Litoral FM, contando o descaso e o tratamento que seu esposo recebeu no Hospital de Barreiros, deixando populares preocupados e igualmente indignados.

Segundo informações, devidamente orientados, familiares estarão entrando com uma ação contra o Hospital Regional de Barreiros, apontando além do fato acima, outros acontecimentos em torno desta situação desagradável com o senhor BAU.

O caso, todavia, não parece ter pego os barreirenses de surpresa, já que recentemente situação bem semelhante aconteceu com uma paciente, tratada de forma parecida, que foi medicada com soro, encaminhada para casa, vindo à falecer em sua residência, durante a madrugada, por falta de cuidados médicos. (confira aqui)