11 setembro 2015

Mais uma vez falta de ônibus em Barreiros prejudica estudantes da Faculdade Maurício de Nassau.

Por volta das duas horas da tarde de hoje, dia 11 de setembro, os estudantes da Mauricio de Nassau em Recife, passaram uma temporada à espera de ônibus na Praça da Matriz em Barreiros. Depois de muito tempo de espera, achando que algo estava estranho, os estudantes resolvem ligar para o Secretário de Transportes Neto Belo, que não lhes atendeu. Ligaram para Maro e Armando da empresa contratada que presta serviço de transportes, que também não lhes atendeu, e ainda ligaram para o Prefeito Carlinhos da Pedreira, que igualmente não lhes atendeu, e em seguida, segundo os estudantes, teria desligado o celular para não ser importunado.

Cansados de esperar, subiram para encontrarem-se com outros estudantes na altura da Rua Dom Luiz, e ao chegarem lá, constataram que de imediato fora alugadas duas vans para levaram os estudantes à Recife, já que não tinha veículos. Os motoristas das mesmas teriam dito que só iriam se a Prefeitura pagasse adiantados, por não confiarem na fala do Prefeito e nos demais que compõem a administração deles, à frente das demais Secretarias. Como não teve solução, os estudantes reuniram-se e desceram para o Posto Ipiranga, local onde ficam estacionados os carros e onde está concentrado a maior parte dos veículos agregados e os da Prefeitura. E ao chegaram lá, na tentativa de encontrarem uma solução, infelizmente o que viram, os deixaram indignados, segundo os comentários dos mesmos.

O Vice-Prefeito Leonardo Avellar, conhecido popularmente como Léo da Pereira, estava no local com o Vereador Geraldinho, que é o dono do posto, e os mesmos, mostrando-se chateados com a presença dos alunos no local, entraram no carro e de imediato saíram sem darem uma fala sequer com os estudantes. Uma das alunas ainda tentou falar com o vice prefeito, mas este, levantando os vidros do carro em tom de zombaria teria dito para ela que "essa farra daqui à pouco vai acabar", dando à entender que os alunos poderão ter este benefício, cedido pela Prefeitura, cortado.

Estudantes passaram horas à espera de uma solução, em frente ao Posto Ipiranga, só conseguindo saída à partir das 16:30

Estavam presentes ainda no posto, além dos que citamos acima, os vereadores João Neves, Walter Buarque e Cristiano da Saúde e estes, em momento algum falaram nada à favor dos estudantes, permanecendo calados, e saindo depois, seguindo Geraldinho e Léo para, quem sabe, reunirem-se em local à não serem incomodados pelos estudantes. 

O Secretário de Transportes, Neto Belo, também se encontrava no local e em todo momento, permaneceu em total silêncio.

Cícero, ex-secretario de transporte, segundo os estudantes, foi a unica pessoa que veio dar uma fala à favor dos mesmos, solidarizando-se ante a situação.

Depois de muito apelarem, conseguiram um ônibus já por volta das 16:30, quando finalmente seguiram para a faculdade. O motorista que seguiu dirigindo o ônibus foi chamado de ultima hora. Este trabalha na Ambulância e foi colocado às pressas para este serviço, conforme comunicaram os estudantes.

Importante frisar que os ônibus estão paralisados, mais uma vez, já que os motoristas continuam sem receber seus salários, atrasados. Sinal de que o Prefeito não cumpriu o que tinha prometido à alguns dias atras quando disse que pagaria todos os atrasados até a sexta-feira, dia 05 de Setembro.

Os estudantes tinham que fazer apresentações (trabalhos) hoje na Faculdade, e deveriam estar presentes à instituição por volta das 18 horas, mas ante todo essa atraso e transtorno, só conseguiram chegar na instituição por volta das 19:00.
Estudantes da Faculdade Mauricio de Nassau deviam apresentar trabalhos hoje, e chegaram atrasados por culpa da falta de ônibus.

Já os estudantes da área rural de Barreiros estão passando por apertos do mesmo jeito, e reclamam da falta de ônibus. Segundo informações, mães e pais de alunos estariam se reunindo para entrar com uma ação na justiça, cobrando responsabilidade das autoridades neste quesito.

A alguns dias, o Prefeito reuniu-se com sua equipe da Secretaria de Educação, Secretaria de Ação Social, Secretaria de Transportes e o seu novo chefe de gabinete, e prometeu  aos alunos que estavam representando os estudantes, presentes no momento, uma solução para eles, com o fim de fazer com que os mesmos não entrassem com quaisquer ação contra a Prefeitura, para não prejudicar o gestor, e postou em redes sociais uma "possível solução" entre ambas as partes dando à entender que estava tudo certo.

Uma semana depois, eis que as coisas começam à mostrar o outro lado de uma gestão que não tem compromisso e não parece cumprir palavra alguma, em momento algum.