31 agosto 2015

Grupo Coletivo Jovens fala sobre a importância do turismo e a falta deste em Barreiros.

Grupo Coletivo Jovens dos Barreiros (Acesse e curta a fan page)
Diferentemente do imaginário habitual que existe entre as pessoas, o Turismo não se resume apenas em praias e em viagens aos grandes centros urbanos do mundo. As minas de prata em Cerro Rico, na Bolívia, por exemplo, se tornaram um atrativo e tanto para turistas saturados com a mesmice do turismo convencional.
A montanha das minas de Cerro Rico, popularmente chamada de "comedora de gente", têm cerca de 500 anos de idade e delas saíram grandes quantidades de prata, (que gerou riqueza ao antigo império espanhol), e já vitimizou mais de 15 mil mineiros que trabalharam nela, devido as precárias condições de trabalho, que se perpetuam até hoje.
Os atuais mineiros que, por meio de sobrevivência, exploram as minas em busca da prata, apegaram-se ao "El Tio", uma entidade mística, a qual eles acreditam trazer proteção para que não haja mais mortes por acidente de trabalho. Contudo, curiosos acabaram conhecendo a história, e naturalmente o lugar passou a ser uma rota turística muito procurada por turistas alternativos.
A pergunta que paira no ar é: será que não temos nada de atrativo em Barreiros para oferecer e atrair turistas a nossa cidade? E se temos, o que falta para isso se consolidar?
Mais informações acesse a página Coletivo Jovem Barreiros.