03 março 2022

Mesmo de oposição, PSOL Sirinhaém se solidariza a Camila Machado diante de crise institucional



Mesmo estando na oposição ao governo da prefeita Camila Machado (PP), o Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) em Sirinhaém publicou nesta quinta-feira (3), nas suas redes sociais, um pronunciamento em solidariedade à prefeita. Nele, o presidente municipal do Partido, o jornalista Gabriel Neves (23), diz que "o momento é delicado e foi gerado por irresponsabilidade dos vereadores aliados à família Hacker".

Ainda no pronunciamento, o presidente destaca que os vereadores reduziram valores solicitados pela Prefeitura de programas estratégicos, nas áreas de educação, saúde, limpeza pública e contratação de pessoal.

"O que estamos vendo, na verdade, trata-se da atuação do pior tipo de oposição possível. Aquela que se utiliza dos meios mais repugnantes para atingir seus adversários. Nesse contexto, os mais prejudicados são os que mais precisam do serviço público, são trabalhadores e trabalhadoras da nossa cidade", denunciou Gabriel Neves.

O pronunciamento finaliza com o anúncio de que o partido comparecerá ao protesto que pressionará os vereadores pelo ajuste do orçamento. "Pela valorização dos serviços públicos e pela garantia do emprego de centenas de pessoas, o PSOL Sirinhaém irá às ruas hoje para pressionar esses vereadores", disse o presidente do partido.