11 novembro 2019

Médico de São José da Coroa Grande acusado de descaso com gravida de seis meses que teria abortado de trigêmeos. Fetos teriam sido abandonados numa caixa de papelão.

Na noite desta segunda-feira, 11 de novembro, num grupo de bate papos no Whatapp conhecido como Avança São José, uma internauta coroense, de nome Janecleide, informou que um médico que estava de plantão teria sido negligente com relação á um atendimento de uma paciente gestante. Segundo ela, no sábado, dia 09, teria dado entrada uma gestante que estaria com seis meses de gravidez em trabalho de parto.

Ainda, segundo ela, o aborto já estava em andamento quando a paciente deu entrada no Hospital em trabalho de parto, não tendo acontecido dentro das dependência do hospital municipal. Que fique bem claro. No entanto, segundo a acusação, a paciente não teria sido levada para fazer o processo de curetagem (operação que consiste em esvaziar o interior de uma cavidade natural ou patológica com o auxílio de uma cureta; raspagem)

Abaixo temos o relato da internauta sobre o que ela disse ter acontecido no sábado passado no Hospital Municipal de São José da Coroa Grande.

"Eu não sei se tem alguém do grupo aqui informado que sábado no plantão do Dr. Edson houve um aborto de tri-gêmeos. E que, o mesmo, não mandou a paciente... não transferiu a paciente pra lugar nenhum, com resto de placenta... e ainda mais pra completar a falta de amor e mostrar o quanto desumano que ele é, ele colocou os trigêmeos numa caixa de papelão e mandou jogar fora." diz jane


A acusação foi feita, a partir das redes sociais, e está sendo publicada aqui graças á pedido de publicação, sendo todas as falas acima, de responsabilidade da internauta.

"Essa saúde tá sendo fiscalizada? Cadê a secretária de saúde, quem é mesmo? Cadê os vereadores? Cadê o Prefeito?" pergunta a mesma internauta, naquela grupo social, que continua "Eu quero atenção de vocês pra esse assunto por que é uma coisa muito grave... gente... trigêmeos... seis meses jogado numa caixa de papelão, jogado no lixo"

A acusação em questão precisa de comprovação, já que segundo uma outra internauta em citações no mesmo grupo, que afirma que se encontrava no mesmo dia do atendimento em questão, disse que o fato não teria acontecido da forma que estava sendo acusado. Segundo Clemilda Silva, a gestante em questão, que deu dado entrada no Hospital, juntamente com familiares, não teria por quê acusar o médico de negligência, já que, segundo informes desta, a mãe abortante não sabia sequer que estava grávida. Porém, ainda segundo esta outra internauta o médico que estava de plantão teria feito todo o seu possível para salvaguardar a vida da paciente.

"
Isso é mentira! Quem colocou a criança na caixa foi a própria mãe... isso é mentira! Até por que o médico jamais faria isso... dizer que o médico colocou as crianças dentro de uma caixa de papelão é mentira sua e de quem disse isso" Disse Clemilda Silva que completou dizendo "eu estava lá... e e mentira!"

O caso é muito sério em todos os âmbitos. Se for verdade o que a internauta Janecleide disse, é algo que precisa ser apurado pedindo-se providência e punição, em sendo provado que houve negligência.

Por outro lado, caso tais falas não se comprove, é passível as sanções da lei para as acusações.

Segundo informações, colhidas á priori por este blogueiro, já há movimentações para que sejam tomadas as devidas providência para tal caso, tão sério.