07 outubro 2019

Movimentos populares fazem protestos e ocupações nesta segunda (07/10).

Neste 07 de outubro, os movimentos de luta por moradia convocam a população brasileira para se solidarizar e participar da luta dos movimentos populares e do povo sem teto.

A data marca o Dia Mundial dos Sem Teto, e o objetivo da jornada que acontecerá em todo o país é pautar o direito a uma moradia digna, tanto no âmbito urbano, quanto rural, fortalecendo assim a luta contra a especulação imobiliária, pois a moradia não é mercadoria.
Enquanto Morar for um Privilégio... Ocupar Será um Direito!


No Recife, o Movimento Nacional de Luta Pela Moradia (MNLM) e a Organização e Luta dos Movimentos Populares de Pernambuco (OLMP), realizarão ocupações, nesta segunda-feira (07/10), em terrenos públicos e privados, como forma de cobrar agilidade do Poder Público Estadual e Municipal, em processos de doação destes mesmos terrenos para construção de moradias Popular. Essa estratégia faz de ações descentralizadas em comemoração ao Dia Mundial dos Sem Teto (7 de outubro), integradas à Jornada Nacional de Luta por Moradia, motivados pelo desmonte do governo Jair Bolsonaro ao Programa Nacional MCMV- Minha Casa, Minha Vida.

"Aproveitaremos também para exigir do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a implementação dos compromissos firmados em audiência no último mês de julho, como exemplo o envio do projeto Lei, que instituirá o Programa Estadual de Habitação Popular, com aporte financeiro do 3 % ICMS, para o Fundo Estadual de Habitação, Este programa vai possibilitar a construção de moradias populares, minimizando o déficit pernambucano que é da ordem de quatrocentas mil unidades”, ressaltou o coordenador do MNLM, Paulo André Araújo.

Ele disse ainda que que, o Governo Federal colocou fim ao subsídio, para o Faixa 1, que atende famílias com renda até R$ 1.800, aonde residem 80 % do déficit habitacional, que beira os 7 milhões sem moradias no Brasil. Além disso, no qualitativo que engloba assentamentos precários e favelas, bem como o fim de doações de terrenos da União. para construção de moradia popular por ordem do ministro da Economia. Paulo Guedes.

O Programa Minha Casa, Minha Vida já atendeu até o momento mais de 4 milhões de famílias, com casas populares, especialmente para os mais pobres e necessitados.

Contatos: Paulo André 99636-2258/98476-6364 - Carla Eduarda 99799-4895/98771-6466