19 setembro 2018

BOMBA - Vaza áudio de Bolsonaro desesperado com crescimento de Haddad nas pesquisas. Candidato ainda pede para acabar com o teatrinho sobre seu atentado.

Após saber dos resultados das ultimas pesquisas que tem apontado Fernando Haddad subindo em aceitação popular com pouco mais de uma semana de campanha, o capitão da reserva, Jair Messias Bolsonaro, revolta-se e critica seus companheiros, e em especial, seu vice, o comandante Mourão, que recentemente tentou lhe apunhalar pelas costas além de fazer declarações que tem causado revolta, até dentro do próprio grupo do candidato do PSL. 

Em um áudio que teria vazado à partir do hospital em que ele está internado após o atentado que sofreu no ultimo dia 06, e que já está rolando nos quatro cantos do país, supostamente atribuído à Jair Messias, ele teria dito que já está há mais de uma semana, no que ele chama de teatro.

Não se sabe se a fala é dele ou não, não há até agota, nenhum periciamento, mas abaixo trago escritas citações do áudio que tá rolando nas principais redes sociais e que teria sido gravada como sua "revolta".

"Não aguento mais essa vida... eu tô mais de uma semana nessa merda... calma? O filho da puta do Mourão querendo me fuder? querendo me fuder pô. me fuder... como  é que eu vou ganhar essa eleição se eu tô aqui dentro"

Eduardo Bolsonaro, filho do deputado, pede-lhe para que tenha calma e que fale baixo, ao que é respondido, com agressão, pelo pai.

"
Diz pra mim, Eduardo, como é que eu vou ganhar a eleição? Fala baixo, um caralho... fala baixo o caralho, tá ok!?"

Referindo-se à seu estado, o candidato diz que tá na hora de acabar com essa merda de teatrinho em torno de seu atentado. Seu filho e mais algumas pessoas que estão com ele pedem para falar baixo, certamente com receio de que suas falas não sejam ouvidas por outros fora do quarto em que está hospitalizado. O candidato então, refere-se à uma enfermeira, que poderia estar ouvindo a conversa, que por ser uma mulher, ele então a chama de vagabunda e puta.


"O teatrinho já acabou... tá com medo de quê? Da minha enfermeira ouvir? aquela puta! Vagabunda... não aguento mais isso... nem pra tirar a injeção aquela puta sabe..."

Referindo-se à sua condição, Bolsonaro afirma com todas as letras que está vivendo um teatro, dentro do hospital.

"A gente tem uma eleição pra ganhar, pô... e vocês me mantendo aqui nessa merda desse teatro... eu quero sair daqui"

Referindo-se à Fernando Haddad, Bolsonaro diz que ele tá subindo nas pesquisas, desesperado com aceitação fácil que o indicado por Lula tá tendo.


"O filho da puta subindo pra caralho e eu aqui preso... preso nessa porra"

Há já algumas publicações dizendo que esse áudio seria uma Fake News, mas não há, porém, nenhuma comprovação de que não seja o candidato à falar nessa mídia. Nenhuma perícia foi feita para dizer se é ou não o candidato. Assunto para uma próxima publicação.