30 maio 2015

EXCLUSIVO - Moto Taxi que foi agredido por guardas municipais conta sua versão dos fatos para o Blog do Ed.

Na manhã desta quinta feira, dia 28 de maio, conforme todos os barreirenses estão cientes, a Guarda Municipal de Barreiros - Agentes da ROMU, entrou em atrito direto com alguns Moto-taxistas e por sua vez, conforme vídeo postado anteriormente aqui neste blog, agrediram um deles de nome Edilson, chegando inclusive à arrastá-lo, de maneira degradante. Até então desconhecíamos as possíveis razões dos fatos.

Pelas informações colhidas e com o depoimento de Edilson Moto-taxista consta que o comerciante Marconi, dono da farmácia Farmaconi localizada na Rua Dom Luiz, estaria incomodado com a presença dos rapazes que trabalham naquela área, e por conta deste incomodo teria ligado para o Segurança Particular do Prefeito que também é Comandante da Guarda Municipal, João Batista, conhecido como João Marreca, e pedido à ele para que desse um jeito nesta situação, que se tratava dos moto-taxistas concentrados em frente de seu estabelecimento.


No horário da manhã de ontem, os Guardas da ROMU, grupo recém formado pela Prefeitura Municipal de Barreiros, estiveram no local e, segundo depoimento, sem perguntar nada à ninguém, foi retirando as motos dos Moto Taxistas. Um deles por sua vez, perguntou "qual o motivo para isso", e logo teria sido respondido de maneira agressiva pelo GM Roni que em tom ameaçador disse que o mesmo não seria homem, desencadeando a partir daí uma discussão entre eles, seguidas de empurrões por parte dos GM's de Barreiros, conforme vídeo.

O Moto-taxista Edilson ainda conta em seu pequeno depoimento que o GM Marcos (conhecido como Kiki) e o GM Clesson Souza (conhecido como Kél), estariam armados durante a ação. Diz ainda que um deles conhecido como Tarzan, sequer estava em serviço, mas entrou na agressão, conforme também se vê em vídeo. Não sei bem ao certo, mas este rapaz estaria atualmente como guarda de trânsito. No entanto, Edilson diz que um dos guardas de nome Marcelo em momento algum se envolveu na confusão, ficando um tanto mais afastado, como também pode-se ver em vídeo.

Em contato com dois dos GM, pedi aos mesmos que, se possível, me procurem para contar as suas versões dos fatos, de maneira à esclarecerem com suas palavras o que aconteceu para desencadear todo esse problema. Via whatsapp um deles disse que só compareceria com a presença dos demais. No entanto, seria interessante um de cada vez, falando por si, já que se  nada temem, e estão certos do que dizem, não vejo por quê negarem-se. Dá à entender que eles precisam falar em grupo de maneira à não entrarem em atrito uns com os outros.

MOTO TAXI DE VÍTIMA À AGRESSOR - Apesar de termos visto aquela agressão toda contra o Moto-taxista e da forma que está gravado em vídeo, ainda assim, consta um B.O assinado pelos GM's de que o agressor teria sido o Edilson, e não os guardas. Estes seriam vítima de agressão pelo Moto-taxista.

O Moto-taxista, no entanto, diz que está entrando com ação contra os Guardas Municipais e a Prefeitura Municipal, já tendo constituído advogados. Segundo ele, isso não ficará por aqui!

Segue abaixo depoimento dele, para que possam tirar suas conclusões.