19 outubro 2021

Projeto de Ricardo Teobaldo, que protege saúde vocal do professor, é aprovado na Comissão de Educação



A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou proposta que determina que as escolas assegurem meios para proteger a saúde dos professores, em especial a saúde vocal, inclusive por meio de equipamentos para a difusão da voz quando o espaço ou o número de alunos em sala de aula assim exigirem. A autoria do texto é do deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos).

 

A proposta acrescenta um inciso à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), na parte que trata das incumbências dos estabelecimentos de ensino. “É frequente, em sala de aula, que professores usem a voz em condições desfavoráveis. E isso é ruim para todos, seja para saúde do professor e para aprendizagem do aluno. Turmas excessivamente grandes são um dos problemas mais frequentes enfrentados em sala de aula”, explicou Teobaldo.

 

O texto determina que as salas de aulas com quantidade de alunos acima de 25, tenham dispositivo de sonorização que permitam a perfeita difusão da voz do professor no ambiente assegurando a proteção de suas cordas vocais e permitir que os alunos possam ouvir adequadamente as aulas.