30 setembro 2019

Dojô Familia Animal de Karatê completa 10 anos de intensas atividades, muitas lutas, mas acima de tudo muito sucesso!


01.10.2009 Dava início oficialmente o projeto Família animal de karate. Amanhã completam 10 anos no caminho do ensinar, amar, cuidar e guiar. 10 anos de serviços prestados na região, com muita dificuldade, lutas, glórias. Dos muitos momentos bons e ruins, alguns marcaram minha vida.

Quando começamos em Barreiros, após reformar a sala do antigo tanoeiros, lá em cima, a cheia veio e destruiu o que seria nosso primeiro espaço físico. Viemos corridos para São José da coroa grande, e começamos as aulas na praia, em seguida passamos vários anos dando aula na rua, pé no chão, cabeça no sereno ou sol. Na rua, já apanhei, já levei lata de cerveja nas costas, banho de bebida alcoólica, já levei gritos, já fui motivo de chacotas. Sim, já pedi esmola na rua para levar atletas para competir. Já senti muita fome, já chorei por não ter o que comer sentado a beira mar desta cidade que amo. Já fiquei sem ter onde morar e morei na casa de aluno, já dormi dentro de carro. De tudo um pouco eu fiz e passei nessa trajetória, só não fiz roubar.

Ainda hoje a dificuldade é grande, mas a fome é algo do passado. Aos poucos ainda estamos conquistando nosso espaço e respeito. Somos conhecidos como a família animal, aquela família que o povo anda na rua de Kimono, do Marido e Esposa aos filhos.

Juro, nunca pensei em chegar a uma década de trabalho, tudo isso sem nunca ter tirado férias. Ao lado de minha esposa, luto por dias melhores. Sei que em algum momento minha vez de brilhar irá chegar. Deus é justo!

Muita gente me ajudou a chegar até aqui, não irei citar nomes por medo de falhar e esquecer alguém. Mas, todos que já fizeram ou fazem algo por nós, sabem muito bem de nossa gratidão.

10 anos, muito suor, muito sofrimento, mas também muitas alegrias, amizades, famílias, alunos, laços.

Já perdi aluno, já casei aluno. Já vi aluno ter filhos e eu ser Professor do pai e do Filho. Já perdi alunos nas drogas, mas também já tirei muita gente de lá. Teve até aluno que virou filho, loucura.

Hoje a família animal é uma referência, mas só eu e Haissa sabemos tudo que passou.

Toda glória ao senhor Jesus Cristo.

Texto copiado do perfil público no Facebook de Flavio Barros (Sensei Animal)