28 abril 2014

Médico que recebia 27 mil reais em Hospital de Barreiros é exonerado do cargo

Rafael Martins da Cunha
Depois da ultima polêmica causada por conta dos vencimentos, devidos ou indevidos, pagos ao senhor Rafael Martins, médico anestesiologista, (mais de 27 mil reais), por parte do Hospital e da Prefeitura, fiquei sabendo que na tarde desta ultima sexta feira que o médico em questão foi exonerado do cargo.

No entanto, pasmem os amigos!

O Dr. Rafael não foi demitido por qualquer outra justificativa, senão, pelas faltas de duas semanas àquela instituição, nas quais ele mesmo disse que faltaria ao trabalho por não ter condições de ir ao mesmo. Tais informações foram-me repassadas por ele por telefone, em ligação no dia 13 deste mês, quando o médico ligou para meu celular.

É interessante notar que o mesmo Rafael Martins tinha me ligado, e por telefone (tenho esse material gravado), tinha dito que faltaria sim, à partir da semana seguinte à nossa conversa, já que não precisaria desse valor, mas que "ele apenas estava à receber o acordado entre prefeitura e ele".

Até o exato momento nenhuma explicação viável foi dada nem por parte da prefeitura, nem pelo hospital.

A exoneração aconteceu!

A desculpa da exoneração irão colocar por conta das faltas do  médico ao seu local de trabalho, que seria, segundo o administrador, "uma falta grave para com a instituição", conforme foi informado.

No entanto, até o exato momento, ficam mais do que orelhas em pé nesse caso que assustam os cidadãos e cidadãs honestos e honestas de nossa cidade.