22 maio 2017

Sileno Guedes, Presidente do PSB-PE tenta humilhar em NOTA Armando Monteiro do PTB, chamando-o de "CANDIDATO PESADO".

"Um candidato "pesado", diz Sileno Guedes, referindo-se à Armando Monteiro do PTB.
Depois de amargar duras criticas de Armando Monteiro Neto feitas contra o PSB e o atual governador Paulo Câmara, por envolvimento de seu nome na delação de um dos donos da JBS, descontentes com a forma de tratamento diferenciado, o PSB de Pernambuco joga uma nota, nas principais mídias pernambucanas tentando, de alguma maneira, colocar abaixo a reputação do ex-ministro do emprego, chamando-o jocosamente de "ministro do desemprego".

Sileno Guedes, um dos nomes fortes dentro do PSB pernambucano chega à dizer que Armando é um candidato de pesado, jogando palavras dúbias contra seu adversário político

Segundo as mídias e redes sociais tudo indica que o tiro de Sileno saiu pela culatra. Há quem afirme que as palavras "enfeitadas, deu mais asas à quem ele tentou chumbar.

Leia abaixo a nota de Sileno Guedes, presidente do PSB pernambucano.

NOTA PSB-PE
O senador Armando Monteiro, conhecido em Pernambuco como o "ministro do desemprego", mente reiteradamente quando fala do PSB. Foi esse mesmo partido e o ex-governador Eduardo Campos que possibilitaram que ele se elegesse, apesar de ser um candidato "pesado", como se diz. Era até então um inexpressivo deputado que, depois de circular por todos os campos políticos de Pernambuco, só venceu uma eleição majoritária tirando proveito da popularidade de Eduardo.

Armando, mais uma vez, tenta surfar no noticiário. Tenta surfar na honra de homens públicos sérios, como o ex-governador Eduardo Campos - que nem está entre nós para se defender -, o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio. 

O PSB, desde o primeiro momento, defendeu e defende as investigações de todas as operações de combate à corrupção. Em todos os episódios citados pelo "senador do desemprego", o PSB jamais se esquivou de prestar os esclarecimentos necessários. É mentira que o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio sejam objetos de alguma investigação judicial.

Atribuir malfeitos ao governador Paulo Câmara decorre mais de um desejo de Armando do que a realidade dos fatos. A verdade é que o senador do PTB só pensa exclusivamente nas eleições de 2018. 

Armando pouco se importa com as pernambucanas e pernambucanos desempregados. Armando pouco se importa com os efeitos devastadores da maior crise econômica da história do Brasil, da qual ele contribui de maneira efetiva como Ministro de Estado em 2015 e 2016.

Ao contrário de Armando, Paulo Câmara é um líder que pensa na vida dos que mais precisam. Paulo trabalha para criar empregos, melhorar a Educação, a Saúde e a Segurança Pública.

Não é Armando e meia-dúzia de áulicos que vão tirar Paulo e o PSB de Pernambuco do compromisso com os que mais precisam. 

Sileno Guedes - Presidente do PSB de Pernambuco