09 setembro 2019

Lideranças do PV-PE definem projeto político para as próximas eleições


A Direção Estadual do Partido Verde de Pernambuco (PV-PE) realizou no último sábado (07), às 10hs, no auditório do Shopping ETC, um Diálogo com Lideranças do PV-PE. O encontro serviu como uma “Análise da conjuntura política e as oportunidades e desafios” para o PV-PE. Um momento para construção de um projeto político eleitoral em linha com o sentimento da sociedade pernambucana e brasileira a fim de ouvir as lideranças e simpatizantes para a construção de um partido forte e atuante. Cerca de 250 filiados de 18 municípios (Abreu e Lima; Amaraji; Arcoverde; Bonito; Camaragibe; Gravatá; Itambé; Itaquitinga; Jaboatão; Olinda; Paulista; Recife; Ribeirão; São Lourenço da Mata; Sertânia; Tamandaré; Trindade e Triunfo) fizeram questão de comparecer ao auditório do Shopping ETC, em pleno feriado nacional, para abraçar a nova direção do partido em Pernambuco e dizer que o caminho trilhado está sendo o correto e com maior visibilidade dos 12 valores da sigla aqui no Estado, dentre eles a ecologia; a cidadania; a democracia; a justiça social, a liberdade, o municipalismo, a espiritualidade; o pacifismo; a diversidade; o internacionalismo, a cidadania feminina e o saber, como única forma de sair da indigência do subdesenvolvimento e da marginalização.


engenheiro civil, atual presidente e vice-prefeito da cidade do Paulista, Jorge Carreiro, iniciou sua fala encorajando os presentes diante do conturbado cenário nacional: “o que estamos construindo? Como estamos vivendo? O que não se pode, enquanto militante político, é não fazer nada, ficar de braços cruzados. É necessário desenvolver ações voltadas à sustentabilidade, de forma receptiva para não deixar o debate vazio, devemos sim plantar a semente”. E ressaltou: “o que não se pode fazer é fazer o que não podemos e o que podemos nós temos dever fazer. Fazer o que não pode, é proibido, mas não fazer nada é ruim, é feio! Quem colhe sem plantar, está colhendo no quintal dos outros.” Aproveitando o ensejo, mostrou aos presentes um pequeno vídeo narrando o Movimento Cidade Melhor, idealizado por ele e que defende a prática das cidades caminharem para firmar um bloco parlamentar forte e capaz de defender projetos econômicos e de desenvolvimento sustentável para as regiões, numa maneira de encontrar soluções para os problemas vivenciados pela população a partir dos seus locais de origem.Além de enfocar a importância da participação cidadã na política, o Movimento defende a tese de que todas as regiões, no Estado e no País, que tiveram grandes impulsos no desenvolvimento econômico foram lastreadas por representações políticas expressivas para defender os seus interesses, agregando pessoas que façam pela melhoria da qualidade de vida de suas cidades, abordando temas necessários para o crescimento social, por uma sociedade mais democrática e participativa. E dispara: “a política está demonizada desse jeito, porque a maioria das pessoas só faz política pensando na eleição, pensando só em propostas para si e não para todos: ou se constrói coletivamente, ou não se chega a canto nenhum. Precisamos trabalhar em prol de todos!”

Sobre o cenário nacional, o presidente do PV-PE falou que o Brasil estava passando por um momento de muita polarização o que, de certa forma, faz com que seja bom para o partido,que tem no seu ápice valores democráticos que engrandecem a sociedade em busca da paz, do compromisso com a não violência e com a defesa da vida.


Para o vice-presidente municipal do PV-PE, o professor de economia ambiental da UFRPE e escritor Jacques Ribemboim, que faz parte da sigla desde 2002, foi muito importante ver ali naquela plenária rostos novos, representantes da juventude e de todos os segmentos da sociedade. “O presidente estadual fez uma brilhante explanação. O partido verde agora tem um comando e está no caminho certo de crescimento, no front do conhecimento humano. O momento é oportuno”. E aproveita para destacar que a sua militância ambiental começou desde o período em que foi engenheiro de petróleo da Petrobrás. E enfatiza: “o Recife precisa, realmente, de ter candidatura própria, de montar uma chapa competitiva e representativa da sociedade para que consigamos alavancar vereadores e, no mais possível, também, lançarmos candidaturas próprias majoritárias a prefeito no maior número de cidades de Pernambuco e, em particular, na Região Metropolitana do Recife”.

Ao final do Encontro com as Lideranças, o presidente Jorge Carreiro convidou a todos os presentes a comparecerem a cerimônia de posse da nova diretoria executiva estadual do PV-PE que será na próxima sexta-feira (13), no plenarinho da Câmara de Vereadores do Recife, às 16h. Antes do evento, será feito um ato de distribuição de 100 mudas de árvores com a população, numa forma de conscientização da preservação do meio ambiente em que se vive, nossa casa comum.