20 abril 2018

Governo do Estado de Pernambuco fechará Posto Fiscal da SEFAZ de Barreiros.


Mais uma vez somos pegos de surpresa com ações covardes por parte do governo do estado. A cidade de Barreiros ultimamente vem sendo desfalcada e fatiada graças à incompetência administrativa estadual, bem como a falta de pulso das autoridades constituídas. Já perdemos a GRE Litoral Sul de Barreiros, já não temos há anos, o Batalhão de Polícia Militar, que era localizado na Praça José Nicolau, e que possivelmente servirá como sede para o GATI, segundo trabalho apresentado pela nova administração municipal barreirense, perdemos também o Matadouro Público e recentemente foi anunciada a transferência arbitrária da equipe da Polícia Civil que estava atuando firme contra criminosos e traficantes em nossa cidade. 

Agora, o governo anuncia o fechamento da Secretaria da Fazenda que há vários anos era instalada ás margens da PE 60, no conhecido trevo, situada próxima à pista de acesso á Palmares. 


A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) é um órgão vinculado ao Ministério da Fazenda responsável pelo controle das receitas e das despesas de cada um dos Estados e do Distrito Federal.

Tais receitas provém primordialmente da arrecadação de tributos e taxas estaduais, enquanto as despesas são destinadas a sustentar a máquina pública, bem como às obrigações públicas estaduais estabelecidas pela Constituição.

Uma das principais obrigações cobradas pela Sefaz para as empresas é o armazenamento das Notas Fiscais eletrônicas (NFes).

O povo da cidade de Barreiros solicita às autoridades ajuda para que possam impedir que a Secretaria da Fazenda feche a fronteira sul de Pernambuco, onde existem funcionários com mais de 20 anos de atuação nas funções internas, e assim evitando a sonegação de impostos. Funcionários esses que ficarão desempregados após todo esse tempo de dedicação.

A cidade de Barreiros é carente, esquecida, e vai sofrer com o fechamento do Posto de Fiscalização, tendo as fronteiras abertas para tráfegos errôneos de caminhões de cargas, deixando cada vez mais fácil a sonegação de impostos.

Será mais um órgão que é nosso por direito, abandonado, deixando assim ainda mais fácil os assaltos em suas redondezas, visto que o lugar também é usado como ponto de apoio para estudantes e viajantes de toda a fronteira que liga Pernambuco a Alagoas.

Segue em abaixo o comunicado da Sefaz.