23 março 2018

Professores de Pernambuco estado de GREVE


Em assembleia acontecida ontem (22) no Teatro Boa Vista, professores analisaram proposta do governo e definiram pela manutenção do estado de greve que poderá ser deflagrada na próxima terça (27). Uma nova rodada de negociação acontecerá na próxima segunda (26).

As trabalhadoras e trabalhadores em educação votaram entre três propostas: A primeira proposta consistia em manter o estado de greve e, após a reunião com o governo, avaliar os rumos da Campanha Salarial Educacional 2018; a segunda tinha como objetivo decretar greve hoje e deflagrá-la na segunda-feira (26); e a terceira sugestão falava sobre decretar greve hoje e deflagrá-la na terça-feira (27).

A maioria dos trabalhadores definiu pela primeira proposta, levando em consideração o argumento que uma greve deve ser aprovada em último caso, quando não há mais possibilidade de diálogo. “A categoria está mobilizada e se encontra em estado de greve. Estamos em uma crescente em relação à mobilização e continuaremos com esse movimento podendo decidir por uma greve nos próximos dias”, afirmou Fernando Melo, Presidente do Sintepe.

O sindicato analisou como ponto positivo da mesa de negociação o reconhecimento do governo à análise jurídica do Sintepe em relação ao prazo limite para reajuste salarial estabelecido pela Lei Eleitoral e reconhecendo que o governo está em débito com a categoria. O sindicato pontuou ainda que o reajuste de 6,81% deve ser estendido a todos os profissionais da educação e que esse percentual deve repercutir em toda a carreira, incluindo assim aposentados, professores contratados por tempo determinado, analistas e funcionários administrativos e professores.

A assembleia definiu ainda pela deliberação de apoiar a ocupação do MTST, a partir de doações, que acontece na Praça do Diário e pela moção exigindo investigação sobre a morte da vereadora Marielle Franco e de Anderson Gomes, seu motorista.

A vereadora, assassinada no último dia 14, foi homenageada através de um poema escrito pelo diretor João Alexandrino.

O Presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, homenageou sua companheira de partido (PSOL) e afirmou que a vereadora será sempre lembrada por sua garra.