07 março 2018

Lula será preso, não há sombra de dúvida, haja vista estarmos num país cuja justiça não é para todos!


Enquanto alguns ainda insistem em querer brigar, ou criar guerrinhas contra seus oponentes políticos, perdendo amizades por picuinhas nas redes sociais, muita coisa tem acontecido em nosso país de maneira à surpreender qualquer pessoa com um pouco, mínimo que seja, de senso racional e moral. O contra-senso tem tomado conta das mídias, principalmente dos faceiros, twiteiros, zapeiros (nem sei se essas palavras existem, caso não, passarão à existir a partir de agora) que usam o Facebook, o Twiter ou outros aplicativos semelhantes para espalhar terror às vidas de seus desafetos políticos, fazendo o jogo politiqueiro daqueles que usam a massa de manobra popular à seu favor.

Não faz muitos dias e um jornalista, desses que aceitam qualquer centavo por visualização de suas postagens, publicou no portal oficial da Revista Época que LULA DEVE MORRER


Tal publicação, que pode ser conferida na íntegra aqui.
A publicação em questão já tem, até o dia de hoje, mais de 41 mil e 800 visualizações e compartilhamentos no Facebook e demais redes de aplicativos sociais.

Tão logo alguns ativistas de esquerda resolvem espalhar em suas redes sociais que quem deveria morrer seria ele, o mesmo pede proteção policial dizendo-se ameaçado de morte pelos integrantes e simpatizantes do PT e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Não precisa de muito esforço para saber que quem  recebeu a atenção da justiça foi o cara que queria a morte do ex-presidente.

Pau que bate em Chico, não bate em Francisco? Em outras palavras a regra de ouro é propagar a morte de alguém, ameaçar, dar publicidade à violência o máximo possível para que o outro seja escrachado nas redes sociais ou fora dela, ditando as regras do jogo. Mas não há condição alguma de aceitar um pequeno revide que seja. Assim que alguém resolve opinar diferente deste pedido de homicídio proferido por quem faz parte das "opiniões de direita" logo sai o tal jornalista de miserável articulador de um crime para a a condição suposta vítima indefesa.

Aécio Neves, Michel Temer, e tantos outros que tem crimes comprovados contra si não são sequer julgados, e quando são, conseguem livrarem-se das acusações que lhes pesavam por supostas faltas de provas.

Por alguma razão, alguns ainda acreditam que os atuais juízes á frente de tais julgamentos, estão agindo segundo a lei, são justos. Alguns, como Sérgio Moro, que mandou soltar absurdamente quem tem crimes comprovados, sob a falta alegação de que "não foram encontradas provas" são vistos como heróis, mesmo cometendo diatribes jurídicas.Não importa se os outros que são do partido em que ele é um dos integrantes na cidade de Maringá, se o problema for com os do outro partido, tudo pode, se for contra os do MDB ou PSDB, tem que livrar o quanto antes ou fingir que não viu as provas. 

Com relação ás acusações contra Lula o mesmo Moro afirma que existem convicções, embora não possa provar, mas mesmo assim resolve condenar nas falácias das delações premiadas em que presos por corrupção faz acordos para diminuição de suas penas, ou libertação imediata.

Então, não esperemos que haja justiça em nosso estado maior favorável à Lula, quando toda situação política pesa contra ele. Não são as acusações e as falas das delações que vão colocar o ex-presidente atrás das grades, e sim, as ações politiqueiras que precisam urgentemente tirá-lo do cenário político nacional. Afinal de contas, se Lula continuar solto, se ele chegar à ter condições de disputar as eleições pode vir à tornar-se, novamente presidente da República Federativa Nacional.

Sem força política e sem planos para apresentar como opção para o eleitorado brasileiro só resta prender Lula, ou pelo menos, anular sua possibilidade de sair candidato, ou ainda matá-lo, conforme o desejo insano dos que fazem a Revista Isto É, por exemplo, para tentarem (colocando um palhaço militar como candidato ou qualquer outro) abocanhar os votos dos poucos iludidos que ainda acreditam, cegamente, que a justiça é para todos... todos os que não são da bancada de direita política no país, é bom que fique bem claro isso, de maneira à não haver mais injustiças no país das controvérsias.