10 outubro 2017

Após publicação, finalmente, os vereadores colocam site da Câmara Municipal no ar

Na semana passada postei informação aqui nesta página informando que a Câmara de Vereadores tinham tirado a página daquele órgão do ar, desobedecendo a Lei de Acesso à Informação (LAI). 

Site oficial da Câmara Municipal dos Barreiros com cara nova, depois de reclamação feita neste blog.

Informei também naquele artigo que estaria levando reclamação direto ao Ministério Público. No entanto, no inicio da manhã de hoje, dia 10/10 procurei vê se a página em questão já tinha retornado, pois fui avisado por um de meus contatos que os vereadores, com receio, iriam retornar com o site com medo de denuncia. Pela manhã, nada da página estar no ar ainda.

No entanto, à menos de 20 minutos, ao consultar mais uma vez, à partir do mesmo link que tinha deixado disponível para acesso na postagem da semana passada, eis que finalmente encontramos, num formato não muito agradável, ainda, a o site online.

Os vereadores, todos, à começar pelo presidente da Casa de Nilo Morais, sabem importância e das implicações que é a de não manter uma página com informações voltadas ao público, online.

Transparência, como sabemos, não é o forte ainda dos atuais vereadores da Casa de Nilo Morais, e neste caso, as informações constantes na página oficial da Câmara de Vereadores de Barreiros, ainda é bastante resumida, aquém da função, conforme pede a LAI, mas pelo menos, tendo-a online é um pequeno passo.

Nos manteremos, constantemente, à postos, de maneira à fazer nosso trabalho em nossa cidade, independente das condições, mas sempre alerta.

Para os vereadores, seria interessante observar que todos os 13, independente de quais sejam, tem obrigação de cumprirem com seus deveres para os quais foram eleitos e estão recebendo altas somas salariais para isto. Deixar de cumprir qualquer uma de suas funções é um total desrespeito e falta de vergonha.

Mesmo depois de minha reclamação na ultima semana o que constatamos é apenas uma página online, sem informações atualizadas. A ultima publicação recente, por exemplo, data de 17 de julho de 2017. O que nos leva à perguntar: "os vereadores não estão trabalhando e nem reunindo-se, semanalmente na câmara, desde quando?"