01 novembro 2016

Boatos via Whatsapp sobre suposto arrastão deixa cidade de Barreiros com medo e completamente vazia na noite deste dia 1º de Novembro.


Conforme sabemos a cidade de Barreiros está em estado de polvorosa, seja pelo pouco efetivo que temos no município, seja pelo aumento da violência e criminalidade. Não faz muitos dias que a pequena cidade interiorana foi invadida por cerca de 30 bandidos, aproximadamente, em assaltos à bancos e lojas, durante a madrugada considerada de intenso terror.

Alguns movimentos à favor da paz não tem surtido efeito e nem despertado a atenção das autoridades constituídas e quer queiramos ou não, estamos, os barreirenses, desprovidos de segurança, 24 horas. Nossa Guarda Municipal do município serve apenas para desfilar para cima e para baixo, de carro, e não consegue prevenir crimes, como deveria. O policiamento militar, graças à nenhuma ação do executivo municipal ou da inépcia do governador do estado, está cada dia mais enfraquecido, por diversos fatores. E hoje, para Barreiros, São José da Coroa Grande e Tamandaré contamos com cerca de 11 homens para atender à três cidades.

A polícia civil está em constantes concentrações de greve, graças, mais uma vez, à desastrosa forma de governar do governo estadual para com os profissionais desta área.

Todos os dias temos visto os cidadãos barreirenses e de outras cidades próximas, trancarem-se, com medo da onda da criminalidade, seja nos bairros mais afastados da cidade ou nos pontos principais. Bandidos de moto, de carro e até à pé, estão sentindo-se livres para agirem da forma que bem lhes aprouver.

Na noite desta segunda-feira, dia 31, ultimo dia de outubro, dois bandidos motorizados assaltaram e levaram celulares de duas mulheres no centro da cidade, na altura da Mercearia Siqueira. Depois, soubemos de mais um assalto e tentativa de homicídio na Praça na Matriz, também no centro da cidade. E por volta das 21 horas da mesma noite, no Bairro da Prainha, cidadãos foram abordados por dois caras numa moto, armados, que lhes roubaram celular e pertences. Uma ação, praticamente ordinária nos tempos atuais.

Mas, acima de tudo isso, o pior são os boatos que infelizmente, seja por brincadeira ou para simplesmente provocarem medo, alguns usuários do aplicativo Whatsapp estão repassando, constantemente, causando pânico nos cidadãos.

No final da tarde deste dia 1º de novembro, por volta das 17:30, começaram à espalhar a "informação" de que traficantes estariam passando ordens de recolhimento à todos os cidadãos barreirenses, à partir das 21 horas.

O suposto toque de recolher fez com que lojas, pontos comerciais e demais departamentos fechassem suas portas mais cedo. Todos com medo da suposta reação de bandidos. O cidadão comum foi obrigado à fechar as portas de suas casas, trancafiando-se, amedrontados. Tudo por conta do boato via Whatsapp!.

De maneira preventiva a 3ª CPM de Barreiros expede uma nota informado que tudo não teria passado de um boato. Todavia, duas viaturas foram acionadas para a cidade, por via da dúvida. Confira nota, abaixo.

INFORMAÇÕES DA POLÍCIA MILITAR DA 3ª CPM DE BARREIROS - As informações que estão espalhando de haver arrastão em Barreiros nesta terça-feira (01) não passa de boatos! Apenas boatos.

Tudo começou por que três elementos passaram pelo bairro Mara Amália e um deles armado apontou a arma para um morador e o mandou entrar. Após a ação, o mesmo elemento teria dito que queria tocar o terror.

Esse morador contou isso pra alguém, esse alguém contou pra mais alguém e a conversa se espalhou já aumentada aterrorizando todo mundo.

A população sempre prefere acreditar em uma mentira trágica!!!

Mesmo assim, por causa desses boatos, o Comando do 10º BPM em Palmares decidiu remanejar duas patrulhas (São José e Rio Formoso) para dar apoio à cidade de Barreiros hoje à noite.

Mesmo como modo preventivo sabemos que é boato, o remanejamento das viaturas prejudica as outras cidades desnecessariamente.

Sendo verdade ou não, o fato é que, com toda essa onda de medo a cidade de Barreiros, nesta noite do dia 1º de novembro, ficou totalmente deserta, graças à mais uma ação de boatos aplicados via grupos do Whatsapp de maneira vergonhosa e assustadora por parte de quem repassou tais informes.