13 setembro 2016

João Baleia "renunciou" por que sabia que se fosse eleito não poderia assumir o cargo, ficando a vaga para o segundo colocado mais votado nas eleições 2016.

Que na política existem diversos teatros, todos sabem. Que também existem diversas mentiras implantadas, igualmente sabemos. Que existem pessoas, principalmente candidatos sem quaisquer escrúpulos, não é novidade, assim como também estamos cientes de que muitas pessoas, principalmente o grande povão, acredita em qualquer inverdade jogada por aqueles que pagam uma lapada de cachaça, lhes dão quaisquer valores em busca do voto, etc... isso tudo já é conhecido!

Desde ontem que a cidade de Barreiros ficou em polvorosa com a saída estratégica de João Baleia da corrida eleitoral. Mas poucas pessoas entendem os fatos, e ainda se deixam levar por palavras bonitinhas, daquelas máquinas maquiadoras.

A saída de João do campo eleitoral barreirense não é e nunca foi por eles ser "bonzinho", já que ele é comerciante, politiqueiro conhecido há anos e como "jogador de baralho" tenta sempre de alguma maneira jogar a última carta na manga. Assim sendo, sabendo que não poderia assumir o cargo de Prefeito, se porventura fosse eleito e ciente de que já estava caindo nas pesquisas de intenções de votos, em último instante resolve entregar as cartas dizendo que estará saindo por supostas questões pessoais, entregando a bola para seu ex-gerente de seu extinto supermercado, e seu filho, numa ação reconhecida como desespero.

Baleia é jogador de baralho, e ciente de que estava perdendo votos e mesmo se eleito não poderia assumir, usou a estratégia de sair e colocar os seus, para vê se reverte a situação, achando que seus seguidores, agora poucos, continuarão acreditando nele ou em suas palavras.

Por lei, em o caso de que se ele fosse eleito existiria a possibilidade de uma possível cassação de seu mandado, podendo haver ainda, novas eleições.

Ainda hoje João Baleia poderá dar uma fala na Rádio Litoral FM em que, de maneira maliciosa, tentará justificar que sua saída do cenário eleitoral barreirense será por problemas de saúde ou por que "amando barreiros, pensou melhor e deu uma oportunidade para pessoas que ele 'confia' e quer bem".

Também, à partir de hoje, vamos encontrar uma tentativa infeliz de jogo psicológico, de sons pelas ruas da cidade com frases repetidas de que "é desespero, é desespero, é desespero" dos adversários, quando à bem da grande verdade os adversários do PDT em Barreiros, pouco estão preocupados com João ou com suas indicações.

Algumas inverdades, também, passarão à ser implantadas pelo grupo contratado de João Baleia, de maneira à desfazer a queda do ex-prefeito e agora ex-candidato barreirense, João Baleia, que certamente, tanto ele quanto seu grupo terá que dar diversas explicações à seus seguidores, agora menos, pelas ruas de Barreiros, tentando de alguma forma, convencer à votarem nas escolhas de ultima hora.