06 novembro 2017

De olho nas eleições de 2018 Bruno Araújo (PSDB) anuncia 54 mil novas habitações do Minha Casa, Minha Vida.

Bruno Araújo (PSDB) Ministro das Cidades no governo Michel Temer (PMDB).
Claro que nada é feito em ano que antecede eleições, sem uma segunda intenção, principalmente para aqueles que ambicionam, como é o caso de Bruno Araújo (PSDB), Deputado licenciado que ocupa o cargo de Ministro das Cidades no atual governo de Michel Temer (PMDB), com vistas à sua candidatura, ainda não definida se em apoio ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), ou se em candidatura própria, mas o certo é que o tucano está tentando de um tudo para "aparecer", aproveitando a boquinha do governo golpista que tem, como foco principal, seu apoio do inicio ao final.

Para quem não o conhece, até por que ele é mais um dos pouco conhecidos entre os próprios pernambucanos, Bruno Araújo foi o último deputado federal que deu o "golpe de misericórdia" votando contra Dilma Rousseff à favor de sua derrubada pelo impeachment (Clique aqui - Deputado pernambucano deu o último voto necessário à continuidade do impeachment)

Agora, em pleno mês de novembro, Bruno Araújo, para dar uma de "preocupado" com a vida dos brasileiros, resolve construir 54 mil novas habitações, utilizando recursos do Minha Casa Minha Vida, que é projeto do governo do Partido dos Trabalhadores, de quem se tornou antagonista, quando ajudou à derrubar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

TV JORNALO Ministério das Cidades autorizou a contratação de mais 54 mil unidades habitacionais destinadas a Faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida. Os imóveis poderão ser adquiridos a partir dos recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). A proposta foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (6) e já está em vigor.

A lista das propostas contempla projetos nas cinco regiões do Brasil, a maior parte no Sudeste. Antes da efetiva contratação, um cronograma para cadastramento das propostas e análise da Caixa Econômica Federal deve ser seguido pelas empresas.

Os proponentes terão 30 dias para comprovar informações preenchidas nos Formulários de Qualificação Inicial, 90 dias para apresentar anteprojeto e estudo de viabilidade do empreendimento e 180 dias para reunir todas as condições necessárias à contratação do empreendimento. 

Beneficiados - As novas contratações fazem parte do segundo lote de moradias do Minha Casa Minha Vida (projeto do governo do PT) e beneficiará famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil. De acordo com o Ministério das Cidades, a medida permite que o Governo do Brasil cumpra com a meta estabelecida para o ano, com 100 mil unidades habitacionais autorizadas para contratação. (TV Jornal)

Ficam claras as intenções de Bruno Araújo com ação cem por cento politiqueira, aproveitando-se da máquina pública para fins de uso, à partir do ano que vem, em sua campanha, seja de coadjuvante ou não, nas eleições de 2018.