06 novembro 2017

Daniel Coelho abandona convenção do PSDB e diz estar sofrendo perseguição dentro do partido.


O Deputado Federal de Pernambuco, Daniel Coelho, do PSDB, parece estar deslocado de sua sigla partidária, pelo menos em seu estado de origem, conforme pode ser conferido em vídeo postado por ele em sua página oficial no facebook.

Em convenção acontecida neste domingo, dia 05 de Novembro, em Recife, o deputado, depois de discursar resolveu abandonar literalmente o local do evento dando mostras de desagrado com o grupo partidário que ele está filiado, não sem antes ter feito algumas observações, como por exemplo, ter dito que o PSDB foi fundado por Mario Covas, foi criado por uma dissidência com o PMDB de Michel Temer. Ele lamenta que hoje o partido tucano esteja "de braços dados" com os Pmdebistas.

Desgostoso com o posicionamento tucano em Pernambuco, o deputado ainda afirma que fizeram uma composição, à base do coronelismo pernambucano (à lá tucanos) de maneira à fazerem "votações secretas", segundo ele, o que o teria dito que pretende não concorrer à nada em sua sigla, da maneira que se encontram as coisas.

- "Fizeram uma convenção sem divulgar a chapa. Dessa vez o voto foi tão secreto que ninguém soube em quem votou" reclama o tucano.

Abandoei a convenção estadual do PSDB denunciando a perseguição que tenho sofrido por não me curvar aos acordos para proteger corruptos. Pedi que meu nome fosse retirado de qualquer composição, pois não participo de acordo com esses termos. A verdade dita na frente de todos recebeu o apoio da militância e o silêncio ensurdecedor dos velhos coronéis. Fizeram a convenção sem divulgar a chapa. Dessa vez o voto foi tão secreto que ninguém soube em quem votou.
Publicado por Daniel Coelho em Domingo, 5 de novembro de 2017