14 junho 2014

Mensagem de Bianca Jassé Cunha

Querida mãezinha, lembro-me do papai Fernando e reúno os dois em meus braços com o carinho de sempre.

Mãezinha Sônia, estou aqui com minha protetora de nome difícil, pois ela me diz que devo chamá-la por vovó Mirandolina.

Ela é uma pessoa de coração terno e bondoso parecido com o seu.

Foi ela quem me buscou com a outra bisavó Anna quando eu estava perturbada, sem saber enxergar a luz em minha cama de hospital.

Mãezinha, vim pedir a você para não chorar. Você me sinta se não puder me ver, pois já sei que existe uma fronteira entre aqueles que deixam o corpo físico e os que ficam nas casas.

Pense, mãezinha, que a bondade divina evitou que eu ficasse aí inutilizada sem utilidade para ninguém.

Diz  a vovó Dolina que a meningite me tomou de assalto, mas estou com meu corpo perfeito. Minha querida Linda, eu tenho muitas saudades do seu colo e de seus braços.

Aqui todos me tratam com bondade, mas a s minhas avós sabem que eu queria mesmo é voltar para casa e ficar em sua companhia.

Mamãe Linda, já chorei muito, mas peço aos céus me auxiliem para não chorar, aumentando as suas lágrimas. nós confiaremos em nosso Pai do Céu e venceremos.

Mãezinha Sônia, sabendo que eu vinha até aqui o primo José Carlos e um amigo dele de nome Beto igualmente vieram conosco.

Estão enviando lembranças para o seu coração carinhoso e sensível. A vovó Mirandolina me diz que agora devo largar o lápis e dizer "boa noite".

Mãezinha creio que deveríamos escrever enquanto a saudade pedir, mas a vovó Dolina me diz que não podemos tomar a atenção dos outros com esta ambição de falar e falar muito ao seu amor.

Queria mãezinha  Linda, abraço em casa a todos os nossos. O papai Fernando está em minhas lembranças e peço a Deus para que eu seja uma boa filha.

Mamãe Linda, fique com muitos beijos. Todos os dias penso em guardar uns beijos para lhe dar e por isso a quantidade é muito grande. Lembranças para todas as pessoas que nos auxiliam, principalmente a nossa querida médica e colocando meu coração em seu coração, sou sempre a sua filhinha

Bianca.

(Mensagem recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier, em reunião pública do Grupo Espírita da Prece, na noite de 14/06/1985, em Uberaba, Minas Gerais)

Esclarecimentos 

Bianca Jassé Cunha
Nascida em 25 de Dezenbro de 1978
Desencarnada em 16 de Agosto de 1984

Pais: Fernando de Souza Cunha e Sônia Mary Jassé Cunha

Endereço: Rua K 9 - Casa 38 - Loteamento Itororó
Bairro Marco - CEP 66017-970 - Belém - PA

Fernando de Souza Cunha Filho - Irmão
Mirandolina Jassé: Bisavó Materna, desencarnada em 1957.
Anna Maria Araújo Lima: Bisavó materna, desencarnada em 1957.
Doutora Amélia: Dra. Amélia Denise C. M. Ribeiro, pediatra.
José Carlos Jassé: Primo, desencarnado em 02 de Novembro de 1982.
Beto: Amigo - Filho de Jacy e Gilberto Texeira da Silva, desencarnada em 19 de Março de 1983.

- Página extraída do livro "A VOLTA"
- Médium: Francisco Cândido Xavier - 
- Espiritos diversos
- IDE Editora 
- 1ª Edição de agosto de 1993.