28 março 2014

Escola José Canuto 8 Meses Após Reforma

Imagens de Anderson Azevedo do Grupo Turma do Setor
No ano passado, 2013, a prefeitura municipal de Barreiros anunciou uma reforma completa da escola Municipal José Canuto. Uma reforma, como sabem, bastante onerosa. Segundo comunicado da época "Entre os serviços em andamento estão a substituição de portas e grades, manutenção elétrica, manutenção hidrossanitário, colocação de calhas, serviços de drenagens recuperação das cobertas, recuperação substituição do alambrado da quadra, revestimento das paredes, recuperação de todo o piso e pintura." Conforme consta no site da prefeitura.

Confira o link dessa informação clicando aqui.

Ainda, segundo informes no site da prefeitura, a obra tinha previsão de entrega para 60 dias
 mas "foi antecipada pela rapidez do seu término, o trabalho está sendo intenso, os trabalhadores estão na luta, dia e noite, a espera vai valer a pena e a escola estará de cara nova para receber seus amados alunos". Dizia a nota por parte da prefeitura em junho de 2013.

Em menos de oito meses os transtornos começaram à aparecer. Hoje, dia 28 de março de 2014, mais uma vez, os alunos tiveram que ser liberados em função das chuvas.

- "Quando começa à chover, cai mais água nas salas de aulas do que na rua" conta Rafael,  estudante de uma das salas afetadas.

Na manhã de hoje, mais uma vez, os alunos daquela escola foram liberados em função das pingueiras.

A reforma teria custado para os cofres públicos a quantia de R$ 140.438,83


Á quem responsabilizar por esse descaso? A prefeitura ou a empresa de obras contratada?