06 dezembro 2017

Vereadores de Barreiros fogem de sessão que votariam pela aprovação da previdência privada.

A cidade de Barreiros está sob tensão ao saber que os vereadores estão tramando ativar um projeto de lei que institui uma nova previdência para os servidores da Prefeitura Municipal.

Sessão da Câmara, sem vereadores.
(Imagem enviada via Whatsapp de ontem, dia 05 de 12)

Diante de tal estado o SINDSUS, servidores e demais grupos alertaram os populares para que fossem à sessão que aconteceria ontem, dia 05 de Dezembro, de maneira à tentar barrar a votação dos vereadores à favor desta PL que tem como mandantes os atuais administradores da Prefeitura Municipal de Barreiros.

No entanto ao saberem, também pelas redes sociais que um movimento de cidadãos estaria à frente da sessão para cobrar dos vereadores um posicionamento de homens e representantes do povo estes, acovardadamente, resolveram faltar à sessão.

Dando mostras de covardia a sessão de ontem, dia 05 de Dezembro, não aconteceu.

Há, no entanto, conversa de que a votação à favor da Nova Previdência acontecerá de qualquer forma mesmo sem sessão, já que os vereadores, ladeados à novas e insanas intenções contra o povo, poderão votar em secreto.

Apesar de não comparecerem é bom que os funcionários fiquem de alerta, já que tudo poderá acontecer às escuras, votação em secreto, e de uma hora para outra os direitos adquiridos com muita luta há anos poderão ser perdidos por interesses pessoais dos vereadores junto aos atuais administradores da Prefeitura Municipal de Barreiros.

A grande pergunta em meio à tudo isto, é: se os vereadores sabem que esta nova previdência nenhum benefício traz para o funcionalismo público, por que ainda insistem em querer votar tal projeto?