16 março 2016

PCC Administrativo de Barreiros ainda não resolvido.

Na tarde de ontem, o Prefeito Carlinhos (PSB) pousou para foto, como geralmente faz, entregando simbolicamente documento do novo Plano de Cargos e Carreiras (PCC), às mãos do Presidente da Câmara, Vereador Geraldinho (PP), com destinação à aprovação imediata, fato que deveria acontecer ontem à noite, na Casa de Nilo Morais, conforme publicação que foi jogada desde carros de som por toda cidade, quanto na Rádio Litoral FM, entre outros órgãos de divulgação.

O documento que foi entregue à Geraldinho na tarde de ontem chegou na câmara na mesma noite, e deveria ser assinada, por todos os vereadores, sem leitura prévia do assunto.

Reunião da Câmara de Vereadores, casa cheia no dia 16 de Março (Foto Vitória Juventino)
Os vereadores presentes àquela casa, na noite de ontem, 16 de Março, no entanto, não assinaram o PCC por uma questão simples e lógica: não fora passado aos mesmos material para ser lido. O que é um erro tremendo. Ou seja, de alguma forma, poder-se-ia estar sendo passada uma informação, sem o conhecimento completo do documento.

Os Vereadores Careca, Brito, Walter Buarque e alguns outros acharam por bem não assinar sem ler, o que levou os demais vereadores à concordar já que não houve tempo para se conhecer todo o documento à ser aprovado.

O SINDSUL REGIONAL, representado em Barreiros pelo sindicalista Xeque Juventino, em observando todos os trâmites, e agindo à favor, segundo sua fala, do funcionalismo público de Barreiros, pediu cópia do mesmo documento para ser lido e analisado, para também dar seu aval, enquanto representante sindical.

Os vereadores deixaram para que na próxima terça-feira, 23, seja votada finalmente pela aprovação ou não, deste novo PCC (Plano de Cargos e Carreira).