01 novembro 2013

Prefeito mantem Diretor do Hospital e Secretário de Obras, contra sua própria vontade e opinião pública?


Mesmo depois de tudo o que já foi mostrado; mesmo depois daquela vergonha toda passada recentemente; mesmo com os apelos da população, a mãe do prefeito, que é quem manda na prefeitura, que não é dela, resolve manter o secretário de obras, que é casado com sua irmã e o diretor do hospital nos seus cargos, tendo o filho, que é o prefeito da cidade, apenas para baixar a cabeça para o que ela diz.

Hamilton Valença, esposo da tia materna do prefeito, continua ainda na secretaria de obras, por privilégios familiares, apesar de não ter bons apontamentos, administrativamente falando, perante os olhares dos munícipes.

Já o senhor Flavio Brito, que já estava prestes à entregar o cargo, conforme citado antes, volta atrás, segundo informações, atendendo ao "pedido" da mãe do prefeito a atua em dias escolhidos (quarta ou sexta) na diretoria daquela instituição.

Ainda segundo informações, o mesmo que antes tinha expediente de segunda à sexta feira, apesar dos horários revesados, atualmente comparece uma ou duas vezes na semana, passa no máximo duas ou três horas no setor de trabalho (as vezes um pouco mais que isso) e depois, segue para sua residência. Funcionários, indignados, acham isso um absurdo, haja vista que, certamente, o mesmo ganha por tempo integral, trabalhando um ou dois dias da semana, apenas.

Á priore o mesmo estaria vindo para trabalho na quarta ou na sexta. Na semana passada veio apenas um dos dias. Até o fechamento desta postagem, não consegui obter informações se o mesmo estava presente hoje ou não. Mas, apesar de tudo, conforme me informou um vereador por telefone "o diretor vem um ou dois dias e continua ganhando o mesmo salário, integralmente".

Essa prefeitura está uma verdadeira vergonha, em se falando de administração pública.