31 agosto 2022

"Ninguém disse que seria fácil" é lançado em plena campanha eleitoral por dedicação à militância



O Psol Pernambuco é política em campanha eleitoral, mas também é cultura e resistência e coloca em prática a luta nesta quinta-feira (01/09), com o lançamento do livro "Ninguém disse que seria fácil" do professor e dirigente Nacional do Psol, Valério Arcary. A publicação da editora Boitempo com 217 páginas tem prefácio do também dirigente comunista, Mauro Iasi; orelha da ex-deputada federal (PCdoB-RS) Manuela  D'Ávila e comentários da ex-presidenta Dilma Rousseff, da ativista e candidata a deputada federal pelo Psol-SP Sônia Guajajara e da deputada federal do Psol-RJ Talíria Petrone. 

O lançamento no Recife será às 19h, na Casa Marielle Franco, no bairro do Derby, em Recife, e contará com comentários de Raphaela Carvalho, Ricardo Souza, Tiago Paraíba (Pres do Psol-PE) e Beatriz Valença. O evento tem apoio da Secretaria de Formação do Psol-PE e realização da corrente Resistência. 

O momento não poderia ser mais propício para o lançamento do livro, uma vez que trata de um tema pouco pautado na rotina política dos socialistas: as relações subjetivas no âmbito da militância. No dicionário, militante é aquele que milita. Que atua, que participa. Ou, membro ativo de uma causa, que se posiciona de uma forma similar aquela ideologia, trabalho, profissão, causa, envolvido diretamente, ativamente e se identifica através de sua postura pessoal. Pois bem, a publicação apresenta uma coletânea de artigos de Valério Arcary problematizando assuntos muitas vezes tabus entre aqueles que pretendem mudar o mundo com a individualidade, a saúde mental, o embrutecimento, a religiosidade ou mesmo o escracho, entre tantos.

Biografia Valério Arcary-  é doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e professor titular aposentado do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). Ele é ainda autor de inúmeros artigos e livros e tem se dedicado à análise da situação política brasileira. Tem trabalhado com textos, debates, entrevistas e podcasts em diversos portais da esquerda como Fórum, 247, Esquerda On Line, A Terra é Redonda, Opera Mundi, Brasil de Fato, Jacobin, Le Monde Diplomatic Brasil, entre outros.




De militância Arcary entende muito. Sua vida foi pautada em causas. É um dos mais destacados analistas e oradores da esquerda brasileira com uma longa trajetória de luta que remete desde a Revolução dos Cravos em Portugal, passando pela Convergência Socialista e Executiva Nacional do PT. Foi também presidente Nacional do PSTU e um dos líderes fundadores da dissidência deste partido, a organização Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista (MAIS) que, posteriormente, aderiu ao Psol.

Sua dedicação à militância de esquerda rendeu a Arcary homenagem da coordenação da Campanha Lula Livre. Valério foi de dedicação abnegada pela libertação do ex-presidente Lula, que foi preso em abril de 2018 após rejeição do habeas corpus preventivo pelo Supremo Tribunal Federal. O ex-presidente Lula foi solto no dia 8 de novembro de 2019 após 580 dias de prisão na carceragem da Polícia Federal em Curitiba; um dia após o Supremo Tribunal Federal ter reconhecido a prisão em segunda instância inconstitucional.

Serviço:
Lançamento do Livro - “Ninguém disse que seria fácil"-  Autor Valério Arcary
Horário 19h
Casa Marielle Franco - Rua Feliciano Gomes, 134, Derby , Recife