24 agosto 2016

O ATUAL PREFEITO DE IPOJUCA, CARLOS SANTANA, PODE TER A CANDIDATURA À REELEIÇÃO IMPUGNADA PELA JUSTIÇA

Carlos Santana (PSDB)
Na tarde do último domingo, dia 20 de agosto, advogados da coligação A Mudança Começa Agora, de Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco, ingressaram com uma ação de Impugnação de Candidatura, na 16ª Zona Eleitoral, pedindo a anulação do registro da candidatura do atual prefeito Carlos José de Santana, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

De acordo com o documento de 33 páginas enviado para o magistrado, Carlos Santana encontra-se inelegível. O candidato do PSDB foi condenado no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) por improbidade administrativa - o que o deixou inelegível pela Lei Federal da Ficha Limpa.

Carlos Santana também é citado e está sendo investigado desde a 23ª fase da Operação Lava-Jato: foi citado na Operação Navalha e na Operação Gautama e, por isso, passou a ser investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

No ano passado, Carlos Santana e o ex-prefeito de Ipojuca, Pedro Serafim, tiveram mais de 10 milhões de reais bloqueados a pedido da Vara da Fazenda Pública do município.

De acordo com os advogados da coligação A Mudança Começa Agora, formada por treze partidos, assim que o pedido de Impugnação for acatado pela Justiça Eleitoral, o atual prefeito de Ipojuca terá sete dias corridos para tentar se defender. Se o candidato do PSDB não comprovar que é ficha limpa, terá a candidatura à reeleição cassada.


Ascom