17 agosto 2016

CAMPANHA DE JOÃO BALEIA E CARLINHOS DA PEDREIRA SERÃO MOVIDAS À BAIXARIAS NAS REDES SOCIAIS.


Á partir das zero horas do dia 16/08, foi liberada a campanha eleitoral. Com liberação do TSE qualquer pessoa pode usar as redes sociais para exibirem as imagens de seus candidatos aos cargos de Prefeito e Vice, bem como os candidatos à vereador. Salvo algumas restrições, toda sorte de propaganda está sendo feita à partir das redes sociais.

Infelizmente, por alguma razão ainda desconhecida existem cabos eleitorais que principalmente agora com o advento de redes sociais, passam dos limites. O uso do aplicativo Whatsapp, por exemplo, com seus grupos, ao contrário da campanha de 2012, com a força do facebook, tem ganhado movimento e trafego intenso, e os candidatos à vereadores e prefeitos, em Barreiros, por exemplo, manda que seus contratados façam e falem o que quiserem.

A campanha barreirense, que é feita, principalmente por apoiadores do grupo do Carlinhos da Pedreira, com agressividade, palavrões, baixarias e toda sorte de ações negativas, em busca de notoriedade, usa de armas covardes para atingirem seus adversários. Fica um jogo de empurra, empurra. No outro lado o grupo que apoia João Baleia também usa das mesmas armas de seus adversários. Desde ontem, por exemplo, estamos encontrando as redes abarrotadas de áudios, fotos e vídeos, num repeteco constante, que à bem da verdade causa uma verdadeira incomodação visual, com a tentativa de "marcar presença". E quando não conseguem deter a marcha dos lados opostos, partem para o xingamento pessoal com o fim de desmoralizar seus adiversarios, num verdadeiro jogo infantil e desnecessário.

E fica assim, aquele que em rede social não concordar com o grupo de Carlinhos, a ordem é que seus cabos eleitorais chamem-nos de viados, cornos, imbecis, idiotas, covardes, criminosos, etc... Ninguém presta na visão destes, por optarem por uma outra chapa.

Já aqueles que estão no chamado movimento azul, defendendo João Baleia, não demonstra o menor respeito pela opinião alheia. E partem para a agressividade, chegando inclusive ao ponto de ameaçar quem pensar diferente deles. Se não votar no candidato deles, correm o sério risco de até, quem sabe, serem apresentados à porrada.

Na noite de ontem, por exemplo, pude presenciar algumas cenas que de cara, começam à enojar. Cabos eleitorais de Carlinhos da Pedreira, certamente com o consentimento e/ou conhecimento dele, fazendo montagens em imagens em que coloca a prefeita Elianai Gomes, esposa de João Baleia, ex-prefeito de Barreiros, em que ela fica no meio de seu marido e do candidato á vice na chapa que compõe o grupo do PDT em Barreiros, dando sinais claros de que a gestora de São José estaria praticando relação à três.

Por outro lado, encontramos uma imagem, com o mesmo tipo de colagem em que o atual Prefeito passa à ser chamado de Carlota, numa infeliz atribuição em que passam á entender que ele seria possivelmente homossexual, numa demostração infantil de preconceito, em redes sociais em nome de uma suposta defesa ou politicagem nojenta  à base de ofensas.

E assim, eu enquanto blogueiro, vou vendo repetir nas redes sociais os mesmo atos covardes do que passei entre os anos 2011 à 2013, com os agentes à favor do atual prefeito, em que todos os nomes e situações deploráveis tive que suportar, por conta dos que fazem a defesa de uma política imperdoavelmente infantil e sem escrúpulos nas redes sociais.

E olha que, estamos apenas no inicio da campanha eleitoral, Ainda teremos muitas imagens como estas pela frente.

No ano de 2012, por exemplo, os agentes do atual prefeito Carlinhos fizeram colagens e montagens em imagens em que eu era chamado de Urubu, Escravo, Gigolô, e até viado. Hoje, a cena volta à se repetir, só que com mais força, só que pelo menos desta vez são eles contra eles mesmos. Seja do lado do grupo de João Baleia ou seja do lado do grupo de Carlinhos da Pedreira.

A baixaria e a esculhambação, sendo marca destes dois grupos representados, dá sinais claros de que a irresponsabilidade beira à loucura e à partir de agora, quem se colocar contra estes dois blocos, correm sérios riscos de, em algum momento, serem desmoralizados em redes sociais, ou passar por maus bocados, como foi o que já me aconteceu algumas vezes por não apoiar pessoas que agem dessa forma.