19 abril 2016

Com 13 vereadores Barreiros não tem defensores do povo na câmara e alguns legisladores já pularam de partidos em busca de reeleição.

Uma realidade dura e inconveniente, mas a verdade é que a cidade de Barreiros, que gasta em torno de 78 mil reais, (com salários na marca de R$ 6.000,00) por mês bancando 13 vereadores, que dos quais poucos tem projetos de lei e não tem usado seus mandatos em defesa do povo, a cidade barreirense encontra-se carente de defensores.

O Nobre Vereador  Geraldinho, que aparece nesta imagem confortavelmente sentado e com a mão no queixo, esta no cargo de presidente da câmara pelo segundo mandato, e não tem nenhum projeto de lei e nem fala na Casa de Nilo Morais, em defesa de seu mandato, não representando assim, seus eleitores.
Á começar pelo presidente da Casa de Nilo Morais, que em quatro anos de mandato não teve a decência de apresentar um projeto de lei, servindo em muitos casos de presidente de fachada. 

Os demais legisladores, seguindo-lhes os passos são vistos pela grande população, como oportunistas, porém, nem todos, diga-se de passagem, mas a grande maioria deles.

Faltas incontáveis, é uma das marcas registradas nesta legislatura de 2013/2017. Muitas das quais nenhuma justificativa tem por parte dos mesmos que deixaram por diversas vezes de comparecer às sessões das terças-feiras, faltando com seu compromisso, para os quais foram eleitos. E como são eles mesmos que "regulam-se", tudo pode ser feito, ás coxas, e mesmo quem faltem, eles podem dizer que estavam presentes. Um acobertando o outro.

Das raríssimas vezes que vimos um o outro usando a tribuna para falar ou cobrar algo da Prefeitura, era por que, em algum instante alguém estava perdendo alguma coisa com o Prefeito e o Vice ou tentando aparecer.

O Presidente da Casa de Nilo Morais, Geraldinho como é conhecido, que mediante acordos continua à frente da casa por dois biênios seguidos, não se sabe como, até o exato momento não tem gerado para a cidade nenhum projeto de lei e nunca usou a casa para fazer cobranças, ou reclamações, tendo mantido-se calado desde o inicio de seu mandato até o exato momento, mas tem um certo "prestígio" com os outros 12, não se sabe como e nem por quê, ao ponto de os demais vereadores lhes baixarem ás cabeças.

Ao todo Barreiros tem 13 vereadores que são descriminados, conforme relação abaixo, por seus devidos nomes e as siglas partidárias as quais foram eleitos.

01º - Elimário de Melo Farias  eleito pelo PPL.
02º - Geraldo José Lyra de Souza Leão eleito pelo PP, conhecido como Geraldinho.
03º - Cristiano Eduardo dos Santos Nascimento eleito pelo PSD, atualmente ele abandonou seu partido e está filiado no SD (Solidariedade) conhecido como Cristiano da Saúde.
04º - João Neves de Andrade Filho eleito pelo PDT
05º - Walter Buarque de Lima eleito pelo PR, hoje está filiado ao PSB.
06º - Nivaldo da Silva Brito eleito pelo PSC, conhecido como Brito.
07º - José Idson Wanderley Batista eleito pelo PTdoB, conhecido como Careca, atualmente no PP.
08º - Luciano Gomes Ferreira eleito pelo PCdoB, conhecido como Luciano do Peixe.
09º - Walter José Cavalcanti de Melo eleito pelo PP, conhecido como Walter de Diva.
10º - Pericles da Silva Souza eleito pelo PDT, atualmente estaria indo também para o PMDB
11º - Luiz Freitas da Silva eleito pelo PT, conhecido como Lula da Abes, atualmente está no PHS
12º - Célio Lima de Almeida eleito pelo PTdoB, conhecido como Irmão Ita.
13º - José Henrique da Silva Costa eleito pelo PSD, conhecido como Henrique Produções.

Na casa dos arrumadinhos, os vereadores em busca da reeleição, já pularam de siglas partidárias. Alguns por puro medo de não conseguirem novos mandatos. Outros por acordos. Outros ainda tentando o que se chama de cauda de votos.

O certo é que dos votos dados aos atuais vereadores que compõem a casa de Nilo Morais, os mesmos não tiveram sequer a honra de receber o nome de representantes do povo, decepcionando seus eleitores.