21 agosto 2015

Motoristas de Ônibus que prestam serviço para a Prefeitura de Barreiros estão sem receber salários à mais de quatro meses.

As palavras que vão ler abaixo, estou reproduzindo do que me foi passado em conversa via chat do Facebook, por um motorista que não quer ser identificado por receio de represálias. Este, no entanto, não é o primeiro informe sobre este mesmo assunto, o que merece, acima de tudo nossa atenção.

- "Olá Ed Soares quero que você faça uma matéria informando que os motorista de ônibus que trabalham na empresa que presta serviço à Prefeitura de Barreiros estão com seus salários atrasados. 

Tem motoristas que tem mais de 4 meses que não recebem. Todos os meses atrasam os pagamentos. Quando vem pagar ficam sempre outros motoristas sem receber. 

Ou seja, os motorista estão trabalhando de graça. Um deles, por exemplo, está com dois meses que não recebe... 

O nome da empresa é AGRESTE. É uma empresa... que ninguém sabe de onde é... Por favor faça essa matéria o mais rápido possível eles precisam receber. Tem família para dar de comer!"
Segundo informações de outras fontes, a situação para motoristas que prestam serviços para a Prefeitura é de que estão passando por apertos financeiros à dias, o que por sua vez também, faz com que certos serviços não sejam prestados à altura do que se precisa. Razão de tantas reclamações nestes últimos dias nesta pasta, conforme postamos quase todas as semanas neste blog.

- "Esses motoristas sao dos ônibus brancos que rodam para a faculdade, os platores, os engenhos, hemodiálise, etc... Alguns motoristas que rodam para saúde são dessa firma também"

Ou seja, ao que estamos vendo é um total descaso de um lado e de outro, em que na maioria das vezes, os profissionais estão dispostos à trabalhar mas são tolhidos principalmente nos seus bolsos.

Eles ainda dizem que quando falam que vão paralisar os serviços, os chefes à frente da empresa dizem que se eles fizerem isso poderão ser demitidos. - "Quando os motoristas dizem que vão parar os chefes ameaçam em colocar para fora!"