28 maio 2014

Cuidado com as Catas, por que as filhas de Marans, estão de olho


Conforme disse semana passada, neste exato momento, são meio dia, e está entrando online indicações desse blogueiro quem são os inimigos do prefeito.

Quem são e onde encontrá-los ou encontrá-las, precisamente?


Pra citar sobre isso, vou me valer de pequenas historinhas para ver se quem é bom de mente, pega no ar, e quem é um pouco ruim dos nervos, depois de tomar essas pílulas, recobre a noção de si mesmo e dos que lhes rodeia.

Historinha rápida de hoje

Você pode vir de qualquer lugar de nosso estado, mas se tiver com aquela fome, deve recorrer à algum restaurante, antes de correr para o mar.

Coma à vontade, e coma bem, seja você capitão, major, ou reles empregado. Após saciar sua gula, pergunte à qualquer capitania, quais e onde estão os melhores atrativos para ver o mar.

Á bordo de uma lancha, barquinho ou qualquer outro móvel sobre águas, vá ver o mar.

No caminho, alguns guias de turismo, começam à tratar de diversos os assuntos para tornar a viagem um tanto agradável. Mas tem um assunto que, via de regra, não foge da lista.


Posso falar à você sobre o prefeito?

E então, partem para as conversas, das simples às mais cabeludas possíveis.

Alí, à bordo daquela pequena tripulação, o filho da viúva é tratado como menino, bobo da corte, ou um pequeno coronelzinho à frente de uma fazenda de brinquedo.


Naqueles momentos, é só perguntar, quem os manipula, que dirão, rindo com o vento de uma maresia ruim;

- Nós é quem mandamos nele! Ele nada sabe, e quando menos espera, a bomba já tá online, e ele fica como doido, sem saber o que fazer.

- E como é que vocês se viram para não serem descobertos?

- Simples, chegamos à ele primeiro e o avisamos que alguém, em algum lugar, vai soltar uma bomba, e tudo pode cair nas redes sociais. Mas que ele fique tranquilo, que o que vier, estaremos do lado dele. Daí, ele acredita, e vamos, pouco à pouco, levando tudo à nosso jeito, até o dia em que ele se ver totalmente perdido e sem ninguém.

- Isso é parte de uma vingança em particular?

- Não, que nada! De inicio era apenas uma brincadeira. Uma piadinha, pra gente rir entre amigos. Mas depois a coisa se tornou séria, e como uma mentira sempre leva à outra, não temos como sair de uma sem ter que inventar mais uma, e por aí vai, nessa bola de neve sem tamanho, que sempre desemboca na areia.

- Mas vocês não tem medo de um dia serem descobertos?

- Até o ano passado, tínhamos, mas hoje em dia, como ele sabe de parte das coisas, e até brinca, achando que tá por cima da carne seca, vamos deixando acontecer. Afinal de contas, quem paga as contas é sempre ele mesmo, no final de tudo.

- E tem mais coisas ruins à acontecer?

- Muito mais do que vocês pensam!

- Hoje em dia, quem faz parte desse esquema de brincadeirinha?

- Se você não quiser saber de mais coisas e não tirar onda com minha cara e não resolver zombar de mim, venha aqui na semana que vem que termino parte do que comecei...



A vista é sempre boa, mas as ondas do mar, tendem à turvar nossa visão, em dias de pleno inicio de inverno.

Pense nisso!