06 março 2014

Onde estão os 400 mil reais da Segurança Pública de Barreiros?


A poucos instantes, antes de abrir essas linhas para fazer e trazer aos amigos uma nova postagem, recebo uma ligação em que me informam que mais um tiroteio aconteceu no centro da cidade. Lastimável!

Nesses últimos dias parece que a moda da troca de tiros entre bandidos, está se espalhando como se fosse um virus pelas ruas de Barreiros, em quase todos os bairros. Menores armados. Bandidos preparados até os dentes, enquanto o cidadão comum está desprotegido.

Lojas, comércios, pontos comercias e casas, estão à mercê dos bandidos. Estamos vivendo verdadeiros dias de terror e medo, sem saber se saímos às ruas e voltamos à nossas casas sãos e salvos.

Moradores dos bairros Baeté e Maria Amália, estão reclamando de constantes assaltos naquelas regiões. Dizem alguns que eles sabem o quanto de policiais estão rondando e atacam "tranquilos".

- "Outro dia um grupo tinha acabado de assaltar uns estudantes, quando viram uma viatura vindo em sua direção. Rapidamente se esconderam, e quando a viatura passou, eles voltaram para o mesmo lugar, e em poucos instantes cometeram outro assalto à outro grupo de estudantes vindos da faculdade", diz Zeni Silva, moradora do bairro Maria Amália, que diz ter medo de sair, principalmente à noite.
                       
E infelizmente, isso não vem de hoje.

No ano de 2012, por conta das motivações políticas, a principal pessoa à ser apontada pela falta de segurança era o ex-prefeito Antonio Vicente, conhecido como Toinho da Coca. Chamado pelos que estão hoje no poder de incompetente, inconsequente, corrupto, etc... etc... etc... Não que ele não tivesse culpa em boa parte do que lhe apontavam. Mas como eles precisavam se promover e colocar no poder quem eles queriam, todos os nomes possíveis e bizarros, vieram contra o ex prefeito. Mas, e nos dias de hoje? E depois de 2012? 

Estamos em 2013, com nova administração, e aqueles que se arvoraram em apontar o prefeito anterior, estão no poder, exercendo cargos de chefia. A violência está acontecendo ás claras, na cara de todo mundo. 

Dessa vez, de quem é a culpa?

Não temos mais Toinho da Coca no cenário político atual e nossa segurança pública municipal está a mesma de tempos atrás. E ainda aparece quem diga estar pior, tendo acontecido um retrocesso.

A atual secretária de turismo, num ato de "ousadia política" lançou em rede social, em grupo criado por ela para alavancar a politicagem do atual prefeito a seguinte crítica, conforme mostrado abaixo, em imagem printada recolhida de seu grupo, Acorda Barreiros.

Sua postagem era uma verdadeira e justa cobrança naquele ano, e a mesma aponta o que por sinal hoje volta à ser lembrado, o valor de 400 mil reais direcionados pelo governo estadual para a prefeitura municipal de Barreiros, dinheiro esse à ser investido na segurança pública.

Com a saída de Toinho da Coca, e entrada do atual prefeito, Carlinhos da Pedreira, queremos lembrar aqui, que foi proclamado por este ultimo que seria criada uma guarda municipal com todos os equipamentos necessários, inclusive com treinamentos, além de viaturas, etc.. O repasse do tal dinheiro, aconteceu em duas partes de 200 mil reais cada. Até o exato momento, com um pouco mais de um ano e dois meses de mandato não estamos vendo a guarda municipal equipada, nem tão pouco, um efetivo policial à altura do investimento.

Como o atual prefeito assumiu as contas do prefeito anterior, não solicitando uma auditoria, antes de assumir a prefeitura, temos por sua vez que perguntar ao mesmo, onde se encontra esse dinheiro, já que não encontramos policiamento, nem guarda municipal por nossas ruas nos dais atuais? 

Foi prometido inclusive câmeras de segurança, além de semáforos, no centro da cidade.

Enquanto isso a violência tende à crescer todos os dias.

Bairros afastados como Fazenda São Francisco e seus devidos platôs, Massa Falida, Venancio, entre outros o medo toma conta dos moradores, nestes que são bairros recém formados. Nos demais bairros como Santa Gorete, Itaperibu, Lotes, Barro Vermelho,  Tibirí, e demais outros o temor assola os populares.

E infelizmente, mais uma vez, estamos sem saber à quem recorrer.

Não posso vir aqui apontar e nem colocar culpa em nosso efetivo civil e militar, já que reconheço nestes, servidores que estão trabalhando com poucos recursos, além, claro, de não serem bem remunerados. Afinal de contas em nosso estado pernambucano tanto PM's quanto Civis são muito mau pagos para exercerem suas funções.

É preciso que algo seja feito o quanto antes para que não tenhamos péssimas noticias todos os dias. Se continuar como estamos vivendo, daqui à uns dias, os bandidos fortemente armados, estarão aplicando toque de recolher aos moradores.

Quero mais uma vez perguntar ao prefeito, aos vereadores o que foi e está sendo feito com o dinheiro que deveria ter sido aplicado na segurança pública municipal?

Onde estão os equipamentos, o efetivo, pessoas treinadas e o treinamento, câmeras, e demais outros itens para os quais esse dinheiro teria sido destinado?

Em período de politia culpavam o ex prefeito, Toínho da Coca, pela insegurança e diziam que dinheiro tem em caixa para tal e que não foi investido. E nos dias de hoje?